Sato supera Rahal em 0s050 e lidera TL2 da Indy em São Petersburgo. Castroneves fecha em quarto

Japonês da Foyt cravou a volta mais rápida do dia, em 1min02s561, e superou por pouco o norte-americano Graham Rahal, da RLL. Tony Kanaan ficou apenas em 15º, enquanto Juan Pablo Montoya decepcionou e fechou o dia em 18º. Treinos seguem no sábado (29)


O primeiro dia de atividades da Indy em São Petersburgo esteve longe de confirmar o propagado favoritismo de Penske e Ganassi para a temporada 2014. Se pela manhã o líder foi James Hinchcliffe, da Andretti, o melhor da tarde – e desta sexta-feira (28) – foi Takuma Sato, da Foyt. O japonês foi o mais rápido do dia nas ruas de St. Pete.
 
Em um segundo treino livre bastante movimentado e repleto de bandeiras vermelhas, Sato se estabeleceu como líder na reta final das atividades e, já com o cronômetro zerado, tratou de melhorar sua volta para não deixar dúvidas, e fechou em 1min02s561.
 
O segundo colocado foi outra surpresa: Graham Rahal, da Rahal Letterman Lanigan. O norte-americano ficou a apenas 0s050 do líder da sessão. Will Power fechou o top-3, seguido por Helio Castroneves, Simon Pagenaud e Ryan Briscoe, sexto.
 
Novamente discreto, Tony Kanaan ficou apenas em 15º, atrás de estreantes como Jack Hawksworth (décimo) e Mikhail Aleshin (13º). Juan Pablo Montoya ficou em 18º.
Takuma Sato, mais rápido do dia em St. Pete (Foto: IndyCar)

Confira como foi o segundo treino livre da Indy em São Petersburgo:
 
O segundo treino livre em St. Pete teve duração integral de 45 minutos, ao contrário da primeira sessão, que foi encurtada por conta do excesso de detritos na pista antes do início das atividades. Apesar disso, contudo, o TL2 teve mais interrupções.
 
Assim que a bandeira verde flanou, praticamente todos os pilotos deixaram os boxes, o que causou enorme tráfego. O primeiro a ter tempo registrado foi Marco Andretti, na casa de 1min07. Na sequência, Helio Castroneves superou o norte-americano em 0s7, e não demorou muito para que Scott Dixon chegasse a 1min05 e assumisse a ponta.
 
Os tempos de volta baixaram sucessivamente e a liderança passou pela mão de diversos pilotos, até Josef Newgarden surpreender e chegar a 1min03s284, se estabelecendo na primeira posição durante os dez minutos iniciais. Pouco depois, Sebastián Saavedra perdeu o controle de sua KV e ficou parado na pista, provocando bandeira vermelha.
 
Neste momento, além de Newgarden em primeiro, o top-6 trazia ainda Takuma Sato em segundo, seguido por Mike Conway, Castroneves, Will Power e Simon Pagenaud.
 
Cerca de cinco minutos depois, as ações foram retomadas. Rapidamente, o promissor piloto da Fisher Hartman foi desbancado do posto de líder. Foi a vez dos protagonistas de 2013 darem suas cartas: Helinho pulou para primeiro, com 1min02s817 – marca já mais rápida que a melhor do TL1, conquistada por James Hinchcliffe –, e Dixon não teve dificuldades para saltar para segundo, 0s2 atrás do adversário brasileiro.
 
Foi, então, a vez de uma nova surpresa: Graham Rahal cravou excelente volta em 1min02s612 e tomou a liderança. Veio em seguida uma nova bandeira vermelha, desta vez provocada por Newgarden, que saiu da pista e ficou parado na curva 10.
 
A interrupção durou cerca de cinco minutos. Quando a bandeira verde flanou novamente, Sato voou e marcou 1min02s584, desbancando Rahal e ficando na ponta. A cinco minutos do fim, outra interrupção marcou o treino: o novato Jack Hawksworth raspou no muro e deixou detritos de sua Bryan Herta na pista. Foram dois minutos de paralisação.
 
Quando as ações foram retomadas, houve tempo apenas para que Will Power pulasse para terceiro e Simon Pagenaud, para quinto, ensanduichando Castroneves. Sato também tratou de melhorar seu tempo para 1min02s561 e se estabelecer na ponta.

Indy 2014, GP de São Petersburgo, treino livre 2:

1 14 TAKUMA SATO JAP FOYT HONDA 1:02.561   23
2 15 GRAHAM RAHAL EUA RLL HONDA 1:02.612 +0.051 23
3 12 WILL POWER AUS PENSKE CHEVROLET 1:02.644 +0.083 25
4 3 HELIO CASTRONEVES BRA PENSKE CHEVROLET 1:02.817 +0.256 24
5 77 SIMON PAGENAUD FRA SCHMIDT PETERSON HONDA 1:02.912 +0.351 21
6 8 RYAN BRISCOE AUS GANASSI CHEVROLET 1:03.014 +0.453 17
7 27 JAMES HINCHCLIFFE CAN ANDRETTI HONDA 1:03.030 +0.469 16
8 9 SCOTT DIXON NZL GANASSI CHEVROLET 1:03.051 +0.490 24
9 11 SÉBASTIEN BOURDAIS FRA KV CHEVROLET 1:03.067 +0.506 22
10 98 JACK HAWKSWORTH ING BRYAN HERTA HONDA 1:03.079 +0.518 18
11 28 RYAN HUNTER-REAY EUA ANDRETTI HONDA 1:03.179 +0.618 17
12 34 CARLOS MUÑOZ COL ANDRETTI HONDA 1:03.181 +0.620 21
13 7 MIKHAIL ALESHIN RUS SCHMIDT HONDA 1:03.204 +0.643 21
14 67 JOSEF NEWGARDEN EUA FISHER HARTMAN HONDA 1:03.284 +0.723 14
15 10 TONY KANAAN BRA GANASSI CHEVROLET 1:03.306 +0.745 19
16 83 CHARLIE KIMBALL EUA GANASSI CHEVROLET 1:03.381 +0.820 17
17 25 MARCO ANDRETTI EUA ANDRETTI HONDA 1:03.407 +0.846 21
18 2 JUAN PABLO MONTOYA COL PENSKE CHEVROLET 1:03.462 +0.901 19
19 19 JUSTIN WILSON ING DALE COYNE HONDA 1:03.547 +0.986 16
20 20 MIKE CONWAY ING CARPENTER CHEVROLET 1:03.633 +1.072 21
21 17 SEBASTIÁN SAAVEDRA COL KV CHEVROLET 1:03.842 +1.281 19
22 18 CARLOS HUERTAS COL DALE COYNE HONDA 1:04.348 +1.787 21

 

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar