Bourdais admite futuro indefinido na Indy para 2022, mas pontua: “É a Foyt ou nada”

Sébastien Bourdais voltou à Indy em tempo integral nesta temporada, com Foyt, mas ainda não sabe qual o futuro na categoria. Em entrevista, o francês confirmou que a equipe busca recursos para mantê-lo no grid em 2022

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Sébastien Bourdais ainda não sabe como vai ser o restante da carreira, especialmente a partir de 2022. Depois de voltar integralmente à Indy neste ano, pela AJ Foyt Racing, o francês se vê cercado de indefinições para o próximo ano e ainda não tem vaga garantida no grid da categoria.

A vaga na AJ Foyt foi encontrada por Bourdais no fim de 2020, para correr ao lado de Dalton Kellett como companheiro de equipe. Para a próxima temporada, não há nada garantido, mas algumas decisões pessoais foram tomadas.

“O Larry [Foyt, dono da equipe] está tentando encontrar recursos para fazer acontece, essa é a intenção. Existem muitas peças que precisam se encaixar para tornar isso possível. Não estamos focados no momento, apenas dando o máximo possível neste ano”, disse Bourdais ao site Motorsport Week.

Sébastien Bourdais quer seguir na Foyt para 2022 (Foto: IndyCar)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
Na Garagem: Zanardi perde as duas pernas após acidente em prova da Indy na Alemanha

“Se continuarmos, será ótimo. Se não, isso acontece”, completou. Questionado se possui conversas com outras equipes, o veterano piloto foi direto. “Não, é a AJ Foyt Racing ou nada”, pontuou.

Com 42 anos, Bourdais já conquistou quatro títulos na ChampCar e correu na Fórmula 1 em 2008 e 2009, pela Toro Rosso. A última vitória na Indy foi em 2018, na abertura da temporada. O piloto não fazia uma temporada completa na categoria desde 2019, quando saiu da Dale Coyne.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar