Servià aceita convite da Indy e substitui Sarah Fisher como piloto do safety-car na etapa de Phoenix

Oriol Servià será o piloto do safety-car da Indy na etapa de Phoenix, neste fim de semana, e em várias outras na temporada 2018 da Indy. Sarah Fisher segue sendo a titular, mas tem alguns conflitos de data durante o ano, de acordo com Jay Frye, presidente da Indy

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Oriol Servià ainda é um piloto que figura em eventos da Indy a cada ano – inclusive em 2018, quando irá disputar as 500 Milhas de Indianápolis pela RLL. E mesmo assim o espanhol será piloto do safety-car durante algumas etapas da temporada atual. A primeira participação de Servià neste novo serviço será neste sábado, 7 de abril, quando o oval de Phoenix recebe a categoria.

 
Aos 43 anos – completa 44 em julho – e exatas 200 largadas pela categoria – com uma vitória, então na Champ Car, em 2005 – Servià não quer pensar em aposentadoria. Tanto que chegou a ficar ressabiado com o convite de Jay Frye, o presidente da Indy. Mas, no fim das contas, resolveu aceitar.
 
"Quando vieram até mim com essa ideia, eu não estava certo de como responder. Quero dizer, sinto que ainda tenho [condições de correr no grid oficial] e vou correr a Indy 500. Não me sinto tão velho. Ao mesmo tempo, trata-se de uma grande oportunidade", afirmou.
 
A titular do safety-car da Indy é Sarah Fisher, ex-pilota e dona de equipe da Indy. Fisher continuará sendo a titular do safety-car, mas tem alguns conflitos de calendário durante a temporada.
Oriol Servià (Foto: Indycar)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

"Sarah fez um grande trabalho, mas ela estava indisponível para algumas corridas", disse Frye. "Oriol é um profissional e sempre foi um prazer trabalhar com ele quando, no ano passado, nós realizamos os testes dos novos carros. Ele era uma escolha natural para essa posição. Estamos animados em tê-lo conosco", seguiu, lembrando que foi Servià – então ao lado de Juan Pablo Montoya – quem conduziu os primeiros testes da nova geração de carros da Indy.

 
Há dois anos, quando Sarah foi convidada para ser pilota do safety-car, ela dividia a capacidade com o súper campeão Johnny Rutherford. Em 2017, porém, Johnny deixou o papel.
 
"É uma honra ser considerado junto de Johnny Rutherford e Sarah Fisher. É uma oportunidade incrível devolver alguma coisa à Indy e me conectar com os fãs", encerrou o piloto espanhol.
 
O GP de Phoenix está marcado para as 22h30 (de Brasília) do sábado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube