Power bate Hunter-Reay e coloca Penske na frente no TL2 da Indy 500. Kanaan é 11º

Will Power colocou Chevrolet e Penske na frente no segundo treino livre das 500 Milhas de Indianápolis. Tony Kanaan ficou em 11º

Depois de um TL1 com a Honda na frente, a Chevrolet deu o troco e puxou a fila do TL2 com Will Power. Nesta terça-feira (18), o australiano virou 39s740, apenas 0s02 mais veloz que Ryan Hunter-Reay, da Andretti. No fim do dia, foram quatro pilotos separados por menos de 0s1, dois de cada fabricante: Power, Hunter-Reay, Takuma Sato e Sage Karam.

O top-10 do TL2 acabou com cinco pilotos da Chevrolet e cinco da Honda, um equilíbrio que não era registrado na edição do ano passado, dominada pelos japoneses. Conor Daly foi quinto, seguido por Simon Pagenaud, Pato O’Ward, Scott Dixon, Ed Jones e Marcus Ericsson.

Tony Kanaan ficou em 11º, na frente de Juan Pablo Montoya, Simona de Silvestro e Josef Newgarden. Helio Castroneves fechou em 21º e Pietro Fittipaldi completou em 31º. Na tabela de tempos sem vácuo, ou seja, num parâmetro mais próximo com o que será visto na classificação, melhor para a Carpenter. Ed Carpenter atingiu 219.162 mp/h, seguido por Dixon, Daly, Max Chilton e Kanaan.

O único momento de maior tensão na sessão foi com Sébastien Bourdais. O francês da Foyt vinha na pista quando um vazamento causou um pequeno incêndio, rapidamente controlado, mas que jogou o piloto para a parte final do pelotão no TL2.

A Indy 500 continua com suas atividades já nesta quarta-feira. O início do TL3 está previsto para 13h (em Brasília), com mais seis horas de sessão.

Will Power andou bem e puxou a fila no TL2 (Foto: IndyCar)

Saiba como foi o TL2 da Indy 500:

A bandeira verde para o programa de orientação de novatos foi adiada por conta da chuva leve que caiu em Indianápolis. Portanto, a direção determinou que as primeiras duas horas do TL2 serviriam aos novatos e aos ‘refreshers’, pilotos que não fazem a temporada completa e estão sem andar na Indy há algum tempo.

Logo, nas duas primeiras horas do treino livre 2, a pista ficou aberta apenas ao novato RC Enerson e para Stefan Wilson e J.R. Hildebrand. Outros estreantes como Scott McLaughlin e Pietro Fittipaldi, e veteranos como Juan Pablo Montoya e Helio Castroneves já tinham completado o programa em teste realizado no mês de abril.

Durante o período exclusivo de novatos e refreshers, Hildebrand, com a Foyt, foi o mais rápido, anotando 41s228. RC Enerson, da Top Gun, teve problemas por conta de um vazamento de óleo no carro, que a equipe correu para consertar antes do fim do dia para que ele pudesse completar o programa de orientação, mas sem sucesso. Agora, RC terá de completar o processo no treino da quarta-feira.

Rinus VeeKay brilhou no misto do IMS (Foto: IndyCar)

Às 17h (de Brasília), a bandeira amarela foi acionada para uma transição de sessões, permitindo a pista livre para todos os pilotos. A liberação oficial veio às 17h10. Rapidamente, diversos carros deixaram os boxes e partiram para stints com simulações de corrida e vácuo na pista. O mais rápido nos primeiros 10 minutos da sessão foi Conor Daly, com a Carpenter, anotando 40s006.

Com menos pilotos na pista e mais chances de voltas lançadas, Scott Dixon, com a Ganassi, desbancou Daly ao anotar 40s002. Mais pilotos retornaram ao circuito, inclusive Jack Harvey, que não participou da sessão matinal por uma troca de motor. Daly retornou à pista e voltou a ser o mais rápido, com 39s949, se tornando o primeiro piloto do dia a virar abaixo dos 40s.

Com 75 minutos restantes, Sébastien Bourdais passou por um susto. O freio traseiro do piloto começou a pegar fogo e a direção de prova acabou acionando a bandeira amarela. O piloto conseguiu trazer o carro de volta aos boxes.

Conor Daly aparecendo liderando o TL2 (Foto: IndyCar)

Foram bons 5 minutos de tensão até que Bourdais recolhesse e o pequeno incêndio fosse controlado. Aí, bandeira verde de novo com a pista limpa, com Karam, imediatamente, assumindo a ponta ao virar 39s833. Apenas Sage e Daly vinham abaixo de 40s com 1 hora de TL2 pela frente.

A Honda, então, entrava na festa. Primeiro, era Takuma Sato quem ia para a ponta. Na sequência, foi a vez de Ryan Hunter-Reay, fazendo 39s7, quase a mesma marca do japonês da RLL. O famoso happy-hour seguia movimentado, com Power tomando a frente com 39s740. O top-10, ali, tinha seis Chevrolet e quatro Honda.

As mudanças no grupo da frente seguiam acontecendo, com Montoya e Simona crescendo de rendimento e colando nos primeiros colocados. Newgarden estava melhor que no TL1, mas ainda longe do ideal, ocupando a 12ª colocação.

Indy 2021, 500 Milhas de Indianápolis, Treino livre 2:

1W POWERPenske Chevrolet39.740 57
2R HUNTER-REAYAndretti Honda39.758+0.01843
3T SATORLL Honda39.800+0.06058
4S KARAMDRR Chevrolet39.833+0.09343
5C DALYCarpenter Chevrolet39.887+0.14765
6S PAGENAUDPenske Chevrolet39.959+0.21964
7P O’WARDMcLaren Chevrolet39.974+0.23456
8S DIXONGanassi Honda40.002+0.26248
9E JONESDale Coyne Honda40.062+0.32258
10M ERICSSONGanassi Honda40.069+0.32955
11T KANAANGanassi Honda40.073+0.33358
12J MONTOYAMcLaren Chevrolet40.110+0.37044
13S DE SILVESTROParetta Chevrolet40.137+0.39771
14J NEWGARDENPenske Chevrolet40.171+0.43137
15R VEEKAYCarpenter Chevrolet40.216+0.47669
16J HINCHCLIFFEAndretti Honda40.218+0.47867
17F ROSENQVISTMcLaren Chevrolet40.225+0.48545
18E CARPENTERCarpenter Chevrolet40.238+0.49857
19M ANDRETTIAndretti Honda40.298+0.55852
20C HERTAAndretti Honda40.299+0.55972
21H CASTRONEVESMeyer Shank Honda40.348+0.60844
22A ROSSIAndretti Honda40.358+0.61863
23A PALOUGanassi Honda40.379+0.63953
24C KIMBALLFoyt Chevrolet40.394+0.65436
25S McLAUGHLINPenske Chevrolet40.413+0.67350
26G RAHALRLL Honda40.434+0.69463
27D KELLETTFoyt Chevrolet40.473+0.73359
28J HILDEBRANDFoyt Chevrolet40.493+0.75322
29J HARVEYMeyer Shank Honda40.520+0.78056
30M CHILTONCarlin Chevrolet40.561+0.82156
31P FITTIPALDIDale Coyne Honda40.766+1.02652
32S FERRUCCIRLL Honda40.776+1.03624
33S BOURDAISFoyt Chevrolet40.884+1.14423
34S WILSONAndretti Honda41.176+1.43625

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar