Power detona Indy por bandeira vermelha que custou vitória: “Decisão burra”

Will Power detonou a Indy por acionar a bandeira vermelha com menos de cinco voltas para o fim da corrida. Piloto também criticou proibição do uso de ventilador do carro nos boxes

Líder, Will Power enfrenta problemas de motor no GP de Detroit da Indy (Vídeo: Reprodução/TV)

Will Power foi do céu ao inferno no GP de Detroit 1, disputado neste sábado (12). O australiano liderou a maior parte da corrida e se encaminhava para vencer até a bandeira vermelha acionada pela direção de prova após a batida de Romain Grosjean. Nos boxes, a Penske do piloto falhou na hora de ligar o carro, e caiu para a 20ª posição.

Após a corrida, Power detonou a direção de prova por impedir que a Penske colocasse um ventilador para controlar a temperatura do carro durante a bandeira vermelha. O piloto citou que o uso do dispositivo só foi autorizado quando o último colocado do grid estacionou no pit-lane.

“Estou revoltado com a Indy porque eu era o primeiro carro no pit-lane e eles esperaram o último carro estacionar para permitir o ventilador no meu carro, e isso queima a injeção eletrônica”, declarou Power em entrevista à NBC.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
WEB STORIES: Como foi a quarta vitória de Helio Castroneves na Indy 500?

Líder, Will Power enfrenta problemas de motor no GP de Detroit da Indy (Vídeo: Reprodução/TV)

O piloto também criticou o acionamento da bandeira vermelha com apenas cinco voltas restantes para o fim da corrida. Power lamentou o trabalho que entregou para a primeira vitória do ano, mas que foi insuficiente.

“E só de dar a bandeira vermelha, para começar. Os caras da direção de prova nunca escutam os pilotos, nunca escutam, eles não ligam. Já demos várias sugestões e eles não ligam. Trabalhei para caramba hoje e para isso acontecer”, esbravejou o piloto.

“Você trabalha para caramba neste esporte, tem tanto dinheiro que entra e vem decisões burras como essa. Se não é uma amarela, é uma decisão estúpida como essa, de bandeira vermelha”, concluiu.

GP às 10: Gasly tem rara honra de ser maior da história de equipe da F1

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar