Power vê vitória “extremamente especial” em Road America após drama familiar

Liz Power, esposa do piloto, teve complicações ao longo de 2023 após cirurgia nas costas. "Metade da mente ficava em casa, metade na pista", admitiu australiano

Depois de 34 corridas, Will Power voltou a vencer na Indy neste domingo (9), dia do GP de Road America. Com o triunfo, o australiano se igualou a Michael Andretti como o quarto maior vencedor da categoria — 42 no total — e se tornou líder do campeonato, mas declarou que a conquista é especial por outro motivo: poder celebrar ao lado família, sobre tudo a esposa, Liz Power, que teve um problema de saúde ao longo de 2023.

Will estrearia nas 24 Horas de Daytona na edição do ano passado, mas cancelou a participação em decorrência de complicações de uma cirurgia na qual Liz foi submetida nas costas por infecção por estafilococos. A esposa do piloto ficou por cinco semanas internada após o episódio, porém teve outras intercorrências, com direito a duas ligações para serviços emergenciais nos Estados Unidos, de acordo com o que relatou o piloto da Penske na abertura da temporada 2023 da Indy, em St. Pete.

Com isso, Liz não esteve presente nas corridas em 2023. A cônjuge tem extrema influência na carreira de Power. O australiano dedicou a esposa o título de 2022, declarando que foi a única que confiou que ele pudesse ser campeão da temporada, além de superar o recorde de poles da categoria — desbancou Mario Andretti, ao largar por 68 vezes na posição de honra. “Ela acreditou quando eu não acreditava mais”, disse o piloto ao conquistar o bicampeonato em Laguna Seca.

“Vitória extremamente especial, pois é muito difícil vencer. O ano passado foi bastante estressante. Metade da mente estava em casa, outra metade na pista. É algo muito complicado falando de alta performance”, declarou Will, logo após abraçar a esposa e o filho, Beau, em Elkhart Lake.

Will e Liz Power durante a celebração do título do australiano em Laguna Seca em 2022 (Foto: IndyCar)

“Fomos muito bem hoje, tivemos um carro bastante rápido e tenho de agradecer aos caras pelo trabalho feito. Obrigado aos patrocinadores pelo apoio, pois é bom voltar a vencer. Que dia! Bastante feliz, cara. Todos nós merecemos”, completou.

A vitória marcou o fim de um jejum que durava dois anos e quatro dias, desde o GP de Detroit de 2022, o último realizado em Belle Isle. Power admitiu que demorou para voltar a vencer, mas ressaltou a competitividade da categoria de monoposto mais importante dos Estados Unidos.

“É, realmente [a vitória demorou]. Tinha ritmo para vencer em Long Beach, mas a amarela atrapalhou. Depois, alguns segundos lugares, o que mostra que a Indy não é brincadeira. É muito difícil vencer aqui. Tem de fazer um trabalho perfeito para isso — e foi o que fizemos hoje”, encerrou.

Indy retorna em duas semanas com o GP de Laguna Seca, que acontece no circuito localizado em Monterey, na Califórnia, no dia 23 de junho, também com cobertura completa do GRANDE PRÊMIO.

:seta_para_frente: Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
:seta_para_frente: Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Indy direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.