3º no Catar, Pedrosa mostra otimismo para temporada 2017 da MotoGP: “Estamos mais contentes do que no ano passado”

Terceiro colocado na última bateria de testes da pré-temporada, Dani Pedrosa se mostrou bastante animado. Espanhol destacou pequenas mudanças em sua equipe e afirmou que se encontra em uma situação melhor do que a do ano passado

 

Depois de uma temporada bastante difícil em 2016, Dani Pedrosa parece renovado às vésperas da largada de um novo Mundial. No domingo (12), o espanhol completou a bateria final de testes coletivos no Catar na terceira colocação, apenas 0s159 atrás de Maverick Viñales, o líder dos trabalhos.

 
Satisfeito com o desempenho, Pedrosa afirmou que foi ganhando confiança ao longo dos testes e agora está em uma situação melhor do que no ano passado.
Dani Pedrosa se mostrou otimista para temporada 2017 da MotoGP (Foto: Honda)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“O dia não tinha começado muito bem, mas, pouco a pouco, fomos melhorando em termos de ritmo, de sensações e também em volta rápida”, disse Pedrosa. “Estamos mais contentes do que no ano passado e, às vésperas da primeira corrida, fomos ganhando confiança a cada treino. Obviamente, ainda restam coisas para melhorar, mas esperamos levar essa confiança para a primeira corrida”, seguiu.
 
“Toda a equipe fez um grande trabalho desde o início, então fomos recuperando um pouco das sensações que não tivemos ontem [sábado] e melhorando”, elogiou. “Brincamos um pouco com as regulagens até que encontramos um pouco mais de confiança. Os tempos foram melhorando, o ritmo e o progresso foi bom nas últimas três horas”, comentou.
 
Além disso, Pedrosa, que viveu um ano para lá de difícil em 2016, também se mostrou otimista para a temporada que se avizinha.
 
“Espero que a motivação da primeira corrida nos ajude”, torceu. “É difícil saber onde cada um estará, mas o importante agora é pegar essa confiança e entusiasmo, e colocá-los junto com a motivação da primeira corrida para sair com vontade de dar o melhor”, defendeu.
 
Por fim, Pedrosa avaliou que esta motivação renovada também tem relação com as mudanças feitas em sua equipe.
 
“Nós mudamos muitas coisas na equipe. Ano passado foi uma situação muito difícil, mas mudamos muitos aspectos pequenos que somam por igual: um pouco de pneus, a moto, a equipe, eu mesmo, um pouco de tudo. Assim você vai ganhando mais confiança e isso anima”, concluiu.

#GALERIA(6963)
PADDOCK GP #68 ANALISA SEGUNDA SEMANA DE TESTES DA F1 EM BARCELONA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube