Acusado de tentar prejudicar Rossi, Márquez se diz insultado e argumenta: “Sempre dou 100% de mim”

Marc Márquez discorda das acusações de que teria favorecido Jorge Lorenzo na disputa pelo título da MotoGP em Valência. O piloto da Honda teria optado por não ultrapassar o líder como forma de prejudicar Valentino Rossi

Marc Márquez não está engolindo as acusações que recebeu após a etapa de Valência da MotoGP, que coroou Jorge Lorenzo como campeão neste domingo (8). O piloto da Honda, incomodado com as teorias de que não teria atacado o #99 para prejudicar Valentino Rossi, foi direto: “Sempre dou 100% de mim”
 
As acusações indicam que o #93 – que abandonou a etapa da Malásia após um incidente com Rossi – teria feito ‘corpo mole’ na disputa com Lorenzo na Espanha. Márquez teria evitado a ultrapassagem e segurado seu companheiro de equipe, Daniel Pedrosa. Se a dupla ultrapassasse Jorge, o título cairia no colo de Valentino.
Marc Márquez voltou a ser alvo de críticas na MotoGP (Foto: Divulgação/MotoGP)
“Claro que respeito todas as opiniões, aceito quando ganho ou perco. Mas, na minha mentalidade, quando as pessoas dizem que você não tentou vencer a corrida, que você só tentou perturbar alguém, eu me sinto insultado. Sempre que estou em uma pista, eu dou 100% de mim. No treino eu dei 100%, na corrida eu dei 100%. Sempre fiz isso e sempre farei”, argumentou Márquez.
 
A situação fica ainda mais densa quando analisarmos que a dupla de pilotos da Honda poderia ter tomado partido na briga interna da Yamaha. Márquez admite que todas as especulações da semana, que incluem até a possibilidade de um pacto com Lorenzo, dariam o que falar se Rossi fosse derrotado. O próprio #46 estava incomodado com os rumos da situação.
 
“Para mim e Dani Pedrosa, a corrida foi uma grande pressão. Nós sabíamos que este resultado poderia acontecer, e que se acontecesse as pessoas diriam ‘blá, blá, blá’. E aconteceu. Óbvio que não concordo (com as acusações)”, continuou.
 
Márquez contou que estava preparando uma ultrapassagem nas últimas voltas. Todavia, Marc foi atacado pelo terceiro colocado, Pedrosa, e perdeu tempo até retomar o segundo lugar. Quando o fez, já era tarde demais.
 
“Terminei 0s2 atrás de Jorge Lorenzo e tentei me preparar 100% para as últimas voltas, mas aquela ultrapassagem sobre Dani me custou 0s5 e foi impossível recuperar”, concluiu.
Marc Márquez não foi capaz de ultrapassar Jorge Lorenzo (Foto: Divulgação/MotoGP)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube