Animado por duelo com Rossi, Márquez diz: “Espero que possamos ter mais algumas batalhas no futuro”

Vencedor do GP do Catar de MotoGP, Marc Márquez destacou duelo com Valentino Rossi e afirmou que espera repetir disputa outra vezes. Espanhol também avaliou que se beneficiou da aposta com os pneus duros

A cobertura completa do GP do Catar no GRANDE PRÊMIO
As imagens do domingo de Mundial de Motovelocidade no Catar
icone_TV Automobilismo na TV: a programação do fim de semana

Marc Márquez foi o grande vencedor do GP do Catar de MotoGP. Depois de um intenso duelo com Valentino Rossi, o espanhol recebeu a bandeirada neste domingo (23) com 0s259 de vantagem para o multicampeão da Yamaha. 
 
Em uma coletiva de imprensa realizada pouco após a corrida em Losail, o campeão vigente da MotoGP lembrou que o fim de semana foi atípico, com muitos pilotos que tradicionalmente não estão na ponta rodando dentro do top-3.
Marc Márquez conquistou mais uma vitória na MotoGP (Foto: Honda)
“Foi uma ótima corrida para os fãs e depois de perder a pré-temporada por conta de uma lesão, esses 25 pontos são muito importantes”, disse Marc. “Foi um fim de semana atípico, pois tinham muitos pilotos na frente [que normalmente não estão]. Vamos ver na próxima corrida se isso é normal. Pelo show, espero que sim”, comentou. 
 
Também, Márquez frisou que se divertiu bastante no duelo com Rossi e, além de recordar a disputa entre os dois em 2013, disse torcer para que isso aconteça mais vezes ao longo da temporada 2014. 
 
“Curti muito a última volta com Valentino. No ano passado nós tivemos uma batalha na última volta e ele ganhou”, lembrou. “Este ano foi outra batalha na última volta e foi ótimo: espero que possamos ter mais algumas batalhas no futuro”, seguiu. 
 
Por conta da fratura na perna direita, sofrida seis semanas atrás, Márquez destacou que sua preocupação era em relação à segunda parte da corrida. “Minha dúvida era a segunda parte da corrida, mas a perna não foi o maior problema, foi o meu braço direito”, explicou. “Como eu não tinha muita força na perna direita, estava forçando mais o meu braço e fiquei muito cansado depois de cinco ou seis voltas”.
 
“O importante é que eu fui rápido desde o início e aí, nas últimas dez voltas, eu consegui atacar um pouco mais”, comentou. “Foi difícil ganhar confiança, pois você via muitos pilotos caindo. Eles estavam perdendo a frente muito rápido. Tive alguns problemas com a frente durante a corrida, mas acho que todos tiveram esse problema. Foi uma corrida complicada, mas esses 25 pontos são importantes”, frisou.
 
Por fim, Márquez avaliou que se beneficiou de sua escolha de correr com um par de pneus duros, identificados pela cor vermelha. 
 
“Acho que tive uma pequena vantagem com o pneu duro”, opinou. “Escolhi o traseiro duro no último momento e meus mecânicos olharam para mim de forma um pouco estranha, mas durante o warm-up eu me senti ótimo e decidimos ver o que acontecia”, concluiu. 
A classificação da MotoGP após o GP do Catar

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube