Antigo rival, Capirossi diz que Rossi “ainda é um monstro” e vê Lorenzo “mais frágil” que companheiro de Yamaha

Ex-piloto, Loris Capirossi avaliou que Valentino Rossi é hoje um piloto melhor do que era quando os dois competiram juntos da MotoGP. Italiano, que deixou as pistas em 2011, avaliou que Jorge Lorenzo é “mais frágil” que o companheiro de Yamaha

A cobertura completa do GP de San Marino no GRANDE PRÊMIO

A disputa entre Valentino Rossi e Jorge Lorenzo pelo título da MotoGP promete movimentar a temporada 2015 até a prova final, em Valência. Passadas as 12 primeiras etapas do ano, o italiano lidera a classificação com 12 pontos de vantagem para o companheiro de Yamaha.
 
Com a força dos envolvidos na batalha pelo título, é difícil encontrar alguém disposto a apostar em quem vai colocar mais uma placa na Torre dos Campeões, mas Loris Capirossi acredita que Rossi é quem tem a melhor chance.
Loris Capirossi vê Rossi mais preparado para o título de 2015 da MotoGP (Foto: Tech 3)

Na visão do ex-piloto e atual conselheiro de segurança da Dorna, promotora do Mundial de Motovelocidade, Lorenzo é mais “frágil” do que o “monstro” Rossi.

 
 “Lorenzo é mais rápido em condições ideais, mas ele é mais frágil do que Rossi”, disse Capirossi em entrevista à revista italiana ‘Motosprint’. “Psicologicamente, Valentino está, definitivamente, mais preparado. Ele está trabalhando muito duro para poder vencer este título e, sempre que tem uma chance, lança um ataque”, seguiu.
 
“Ele ainda é um monstro. 36 anos de idade é muita coisa e ele venceu bastante”, resumiu. “Ele não tem a fome de um garoto de 18 anos, mas, ainda assim, continua buscando cada coisinha e coloca tudo em ordem para melhorar e ser capaz de lutar com super fortes e jovens rivais”, ressaltou.
 
Dono de nove vitórias na MotoGP, Loris, que fez sua última corrida na categoria rainha do Mundial em Valência em 2011, afirmou que Valentino está em sua melhor forma.
 
“Em uma volta lançada, ele não tem a força que tinha dez anos atrás, mas, com a idade, isso é inevitável”, observou. “Se você conhece seu limite perfeitamente, não é fácil ultrapassá-lo”, seguiu.
 
“Mas, em todo o resto, ele é o mesmo e até mesmo melhor do que o Rossi que eu conheci na pista”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube