Após polêmica da Argentina, MotoGP esclarece procedimento de largada e proíbe pilotos de religarem moto após falha

A Comissão de GP se reuniu em Jerez de la Frontera e decidiu esclarecer o procedimento de largado do Mundial de Motovelocidade. Com efeito imediato, regulamento esportivo foi atualizado para deixar claro que os pilotos não podem tentar religar a moto após falha depois da volta de aquecimento

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Não demorou para a FIM (Federação Internacional de Motociclismo) atualizar o regulamento do Mundial de Motovelocidade para evitar problemas como os que tumultuaram o GP da Argentina. A partir de agora, o código deixa claro que os pilotos não podem tentar religar as motos caso tenham alguma falha após a volta de aquecimento.
 
A Comissão de GP, que é formada por Carmelo Ezpeleta, diretor-executivo da Dorna; Paul Duparc, da FIM; Hervé Poncharal, da IRTA (Associação Internacional das Equipes de Corrida); e Takanao Tsubouchi, da MSMA (Associação das Fábricas de Motocicletas Esportivas), junto com Carlos Ezpeleta, também da Dorna; Mike Trimby, da IRTA; e Corrado Cecchinelli, diretor de tecnologia da MotoGP; se reuniu em Jerez e decidiu atualizar o código esportivo do campeonato.
Marc Márquez causou um verdadeiro tumulto na largada na Argentina (Foto: Divulgação)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Em um comunicado enviado à imprensa no domingo (5), a entidade confirmou mudanças imediatas no regulamento no trecho que aborda o procedimento de largada.

 
“Pequenas modificações no procedimento de largada foram aprovadas para clarificar a situação quando, depois da volta de aquecimento, um piloto deixa o motor apagar no grid ou tem outras dificuldades”, diz o texto enviado à imprensa. “O piloto deve ficar na moto e levantar um braço. A tentativa de religar a moto no grid não é permitida. Sob a supervisão ou assistência de um comissário, o piloto deve deixar o grid e ir para o pit-lane, onde seu mecânico pode fornecer assistência ou, somente no caso da MotoGP, pode trocar de máquina”, completou.
 
Em Termas de Río Hondo, Márquez viu o motor da RC213V apagar, mas, ao invés de erguer o braço e esperar auxílio, o espanhol levantou a mão por apenas alguns segundos, antes de pular da moto e ligá-lo tranco. O #93, então, voltou a sua posição no grid e largou normalmente. Mais tarde, foi punido com um ride-through e lançou mão de uma performance destrambelhada para tentar se recuperar na corrida.
 
QUEM É MAIS CULPADO?

PADDOCK GP DISCUTE BATIDA DE RICCIARDO E VERSTAPPEN EM BAKU

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube