Após polêmica na Malásia, Pedrosa critica e diz que regulamento da MotoGP “deveria ser mais concreto no que é certo e errado”

Vencedor do tumultuado GP da Malásia, Dani Pedrosa criticou o regulamento da MotoGP e avaliou que o Mundial precisa de um código que seja mais claro nos limites de certo e errado. Espanhol lembrou que as sanções não têm servido para educar os pilotos das classes menores

A cobertura completa do GP da Malásia no GRANDE PRÊMIO

Dani Pedrosa foi a voz da sensatez em meio ao tumultuado GP da Malásia. Enquanto Jorge Lorenzo defendia uma punição mais severa a Valentino Rossi pelo toque com Marc Márquez, o piloto da Honda adotou um discurso mais cauteloso na coletiva de imprensa deste domingo (25) e tratou de alertar para as falhas no regulamento da FIM (Federação Internacional de Motociclismo).
 
Rossi e Márquez travaram um duro embate nas voltas iniciais da prova de Sepang, mas o duelo terminou na 7ª volta, quando o espanhol tentou passar o italiano e caiu após um toque. O #46 foi considerado culpado pelo acidente de Márquez e recebeu três pontos de punição. Como já tinha um ponto por uma infração anterior, o italiano vai largar em último na Comunidade Valenciana.
Dani Pedrosa cobrou mudanças no regulamento do Mundial (Foto: GEPA Pictures/Gold & Goose)
Questionado se Rossi deveria ter recebido bandeira preta pelo toque com Márquez, Pedrosa avaliou: “Valentino fez ou não fez, isso depende, têm muitas opiniões hoje, mas o que eu pessoalmente acho é que aconteceram algumas coisas no passado com a direção de prova e eu senti, conversando com eles muitas vezes, não só com a MotoGP, mas também com a Moto3 e a Moto2, que o regulamento é cinza”.
 
 “Tem muitas áreas cinzas nesse regulamento, então quando essas ações acontecem, você nunca sabe como julgar”, observou. “No caso da F1, eles sabem imediatamente quem está certo ou errado, mas seja bom ou ruim, as regras dizem uma coisa, então você tem de se ater às regras”, comparou. 
 
“Mas no nosso regulamento, isso é muito cinza. Especialmente para os caras da Moto3 e os caras da Moto2”, lembrou. “Eles não são penalizados quando jovens, então, claro, quando eles vão para a próxima classe, motos maiores, mais perigosas, é um problema mais difícil de resolver. Na minha opinião, o regulamento deveria ser mais concreto sobre o que é certo e errado. Em muitos pontos, nós precisamos melhorar o livro”, sublinhou.
 
Além disso, Pedrosa ressaltou que, como ídolo máximo do esporte, Rossi deveria pensar melhor em suas ações.
 
“Rossi sempre foi um dos melhores e tem muitos seguidores no mundo. Há muitos pilotos que sempre lhe usam como modelo e é uma pena ver esse tipo de acidente”, lamentou. “Pois parece que está ensinando que isso é permissível, e importante deixar claro que não é”, completou.
                                   
determinarTipoPlayer(“15655524”, “2”, “0”);

           

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube