Após punição a Rossi, diretor de prova da MotoGP vê “culpa dos dois lados”, mas diz: “Márquez, de fato, não quebrou as regras”

Diretor de provas da MotoGP, Mike Webb avaliou que Valentino Rossi e Marc Márquez têm culpa pelo desfecho do GP da Malásia deste domingo. Dirigente avaliou que espanhol tentou atrapalhar corrida do rival, mas, efetivamente, não descumpriu nenhuma regra. O líder do campeonato, entretanto, foi irresponsável ao empurrar o espanhol para fora da pista

A cobertura completa do GP da Malásia no GRANDE PRÊMIO

Diretor de provas da MotoGP, Mike Webb explicou a decisão que resultou em uma punição a Valentino Rossi. De acordo com o dirigente, o italiano não é o único responsável pelo desfecho da corrida deste domingo (25), mas foi o único que executou uma manobra que vai contra o regulamento.
 
Rossi e Márquez travaram um duro embate nas voltas iniciais da prova de Sepang, mas o duelo terminou na 7ª volta, quando o espanhol tentou passar o italiano e caiu após um toque. O #46 foi considerado culpado pelo acidente de Márquez e recebeu três pontos de punição. Como já tinha um ponto por uma infração anterior, o italiano vai largar em último na Comunidade Valenciana.
Acidente entre Rossi e Márquez (Foto: Reprodução/Twitter)
“Não vou dizer exatamente o que os pilotos falaram na audiência, mas posso te dar uma ideia geral”, disse Webb à publicação britânica ‘Crash.net’. “Pelo que nós vimos, pareceu uma ação deliberada da parte de Rossi empurrar Marc para fora da pista ou fazê-lo escapar”, seguiu.
 
“Nós ouvimos os dois pilotos. Márquez disse que estava apenas fazendo sua corrida normal e cuidando das suas coisas, ultrapassando Valentino sem fazer contato. O que é verdade. E que ele não tinha intenção de perturbar Valentino”, relatou. “Valentino, por outro lado, disse que estava claro para ele que Marc estava, deliberadamente, reduzindo o ritmo para dificultar a corrida de Valentino. Que ele deliberadamente abriu a trajetória na curva para poder se dar uma vantagem e escapar de Márquez”, continuou.
 
 “No fim, nós realmente acreditamos que tem culpa dos dois lados”, reconheceu. “Apesar do que Márquez disse, nós achamos que ele deliberadamente tentou afetar o ritmo de Valentino. Entretanto, ele, de fato, não quebrou as regras. O que quer que nós pensemos do espírito do campeonato, de acordo com as regras, ele não fez contato. As ultrapassagens dele foram limpas. Ele correu dentro das regras”, sublinhou.
 
“Valentino reagiu ao que viu como provocação de Márquez e, infelizmente, a reação dele foi uma manobra que é contra o regulamento. É direção irresponsável causar uma queda. Nós acreditamos que o contato foi deliberado. Ele disse que não queria que o Márquez caísse, mas queria colocar ele para fora”, relatou.
 
                                   
determinarTipoPlayer(“15655524”, “2”, “0”);

           

De acordo com Webb, a decisão de não aplicar uma punição durante a corrida foi motivada pelo desejo de ouvir os dois pilotos.
 
Questionado sobre a impressão que muitos tiveram de que Rossi chutou Márquez, Webb respondeu: “A defesa de Rossi é que o pé saiu do apoio como resultado do contato. De todas as evidências em vídeo, não há uma imagem clara que mostre que o pé dele escorregou por causa do contato ou que ele deliberadamente chutou”, completou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube