Arbolino comanda Moto3 em TL3 de ventos fortes na Austrália. Dalla Porta é 15º

Tony Arbolino comandou o terceiro treino da Moto3 em Phillip Island, mas, em uma manhã de ventos fortes, não conseguiu tempo para avançar direto ao Q2. 0s202 mais lento que o #14, Filip Salac ficou com a segunda marca, com Ayumu Sasaki em terceiro. Líder do Mundial, Lorenzo Dalla Porta fez o 15º tempo

Tony Arbolino comandou a Moto3 na manhã deste sábado (26) na Austrália. Apesar dos ventos fortes ― que alcançaram a velocidade de 55 km/h ―, o #14 rodou bastante, mas não conseguiu tempo para avançar direto à fase final da classificação desta tarde.
 
Com 1min38s492 na melhor de suas 16 voltas nesta manhã, Arbolino assegurou o topo da tabela com 0s202 de margem para Filip Salac. Mais 0s085 atrás, Ayumu Sasaki ficou com o terceiro tempo. 
Tony Arbolino (Foto: Snipers Team)
0s421 mais lento que o ponteiro, Romano Fenati assegurou a quarta colocação, à frente de Dennis Foggia e Celestino Vietti. Raúl Fernández ficou com o sétimo posto, seguido por Can Öncü, que escapou da pista no fim da sessão, mas conseguiu evitar a queda. Alonso López e Sergio Garcia completam o top-10.
 
Dono do melhor tempo do fim de semana, Arón Canet fez sua melhor volta em 1min39s722 e ficou com o 11º tempo. O vice-líder do Mundial foi 1s230 mais lento que o ponteiro.
 
Lorenzo Dalla Porta, por sua vez, ficou 1s530 atrás de Arbolino. O líder da Moto3 fez a melhor de suas 11 voltas em 1min40s022 e ficou só com o 15º posto.
 

O GP da Austrália de Moto3 está marcado para o sábado, às 22h (de Brasília). Acompanhe aqui a cobertura do GRANDE PRÊMIO.

Paddockast #39
O MELHOR SEM TÍTULO DA F1

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Saiba como foi o treino livre 3 da Moto3 na Austrália:
 
Ao contrário da sexta-feira, os pilotos iniciaram o terceiro treino da Moto3 com pista seca, mas com muitas nuvens carregadas cobrindo o céu. Quando os termômetros passaram a contar os 40 minutos da sessão, os termômetros marcavam 11°C, com o asfalto chegando apenas a 10°C. A velocidade do vento era de 24 km/h.
 
Com condições pouco convidativas, os pilotos saíram dos boxes lentamente e a pista tardou alguns minutos para encher. Com 1min43s242, Tony Arbolino foi o primeiro a ocupar a ponta da tabela, mas num momento em que apenas ele e Jakub Kornfeil tinham marcado tempo.
 
Na sequência, John McPhee ocupou a primeira posição ao registrar 1min42s956, 0s286 melhor que Arbolino. Filip Salac e Jakub Kornfeil completavam a lista de quatro pilotos com tempo nesta manhã.
 
Com mais gente rodando, Arbolino foi a 1min41s206 para voltar à ponta, agora com 1s141 de frente para Alonso López, o novo segundo colocado. McPhee caiu para terceiro, à frente de Sergio Garcia, Salac, Jaume Masià, Ayumu Masaki, Makar Yurchenko, Kornfeil e Celestino Vietti.
 
Pouco depois, Arbolino cravou 1min40s540 para se manter na ponta, agora com 0s788 de vantagem para McPhee. Apesar da vantagem do #14 na ponta, os tempos ainda eram muito mais altos do que aqueles registrados na sexta-feira ― o melhor tempo de sexta-feira foi estabelecido por Arón Canet em 1min36s809.
Com pouco mais de 15 minutos de atividade, John McPhee sofreu uma queda na curva 10, mas escapou sem maiores lesões. Os fiscais, porém, tiveram de sacudir a Honda para tentar remover toda a brita acumulada.
 
Depois de uma passagem pelos boxes, Lorenzo Dalla Porta aproveitou sua sexta volta esta manhã para cravar 1min40s905 e saltar para a segunda colocação, 0s365 mais lento que Arbolino. McPhee era o terceiro, com Garcia e Masià fechando o top-5.
O que chamava a atenção nesta sessão matinal era a força do vento. Quando o TL3 começou, a velocidade era medida em 24 km/h, mas, em meados da atividade, chegou a bater os 55 km/h.
Com condições tão ruins, apenas 23 dos 31 pilotos tinham tempo marcado com cerca de 15 minutos para o fim da atividade.
 
Em sua quarta volta, Tatsuki Suzuki cravou 1min40s309 e tomou a ponta de Arbolino por 0s231. Mais 0s110 atrás, Romano Fenati tinha o terceiro tempo, escoltado por Marcos Ramírez e Can Öncü.
Antes do quarto final da atividade, os pilotos voltaram aos boxes para uma parada final. Suzuki liderava um top-10 que contava ainda com Arbolino, Fenati, Ramírez, Öncü, Canet, Garcia, Sasaki, Dalla Porta e López.
 
Ramírez, então, baixou para 1min40s187 e assumiu a ponta, 0s122 melhor que Suzuki. Dennis Foggia também melhorou e tinha agora o terceiro tempo, à frente de Arbolino e Fenati.
Na reta final da atividade, os tempos começaram a cair para valer. Arbolino foi a 1min38s492 para voltar para a liderança, abrindo 1s061 de margem para Foggia, o segundo colocado. Dalla Porta era terceiro. Ainda assim, os tempos seguiam bastante mais lentos que os de sexta-feira.
Pouco depois, Arón Canet anotou 1min40s086 e saltou para a quarta colocação, 1s594 mais lento que Arbolino. Ramírez e Celestino Vietti vinham logo atrás.
 
Fenati, então, apareceu com 1min39s550 para saltar para o segundo posto, 0s003 à frente de Foggia, o terceiro. Öncü subiu para a quarta colocação, escoltado por Canet, Vietti e Suzuki.
 
Arbolino seguia tentando melhorar, mas vinha perdendo tempo na metade final do circuito. O #14 ainda não tinha tempo para avançar direto ao Q2 da classificação.
 
Enquanto isso, Öncü subiu para a segunda colocação, reduzindo para 0s842 a vantagem de Arbolino. Fenati era o terceiro, à frente de Foggia, López e Canet.
Na sequência, Salac registrou 1min38s694 e pulou para o segundo posto, 0s085 melhor que Sasaki, que assumiu a terceira posição.
Já com a bandeira quadriculada tremulando em Phillip Island, ninguém conseguiu superar a marca de Arbolino.

Moto3 2019, GP da Austrália, Phillip Island, Treino livre 3:
1 T ARBOLINO Snipers Honda 1:38.492  
2 F SALAC Prüstel KTM 1:38.694 +0.202
3 A SASAKI SIC HONDA 1:38.779 +0.287
4 R FENATI Snipers Honda 1:38.913 +0.421
5 D FOGGIA VR46 KTM 1:39.147 +0.655
6 C VIETTI VR46 KTM 1:39.165 +0.673
7 R FERNANDEZ Ángel Nieto KTM 1:39.244 +0.752
8 C ÖNCÜ Red Bull KTM Ajo 1:39.294 +0.802
9 A LÓPEZ Estrella Galicia 0,0 Honda 1:39.442 +0.950
10 S GARCIA Estrella Galicia 0,0 Honda 1:39.546 +1.054
11 A CANET MAX KTM 1:39.722 +1.230
12 J KORNFEIL Prüstel KTM 1:39.906 +1.414
13 T SUZUKI SIC58 Honda 1:39.917 +1.425
14 D BINDER CIP KTM 1:39.963 +1.471
15 L DALLA PORTA Leopard Honda 1:40.022 +1.530
16 A MIGNO Worldwide KTM 1:40.072 +1.580
17 M RAMÍREZ Leopard Honda 1:40.187 +1.695
18 J MASIÀ Worldwide KTM 1:40.289 +1.797
19 K MASAKI RBA KTM 1:40.557 +2.065
20 S NEPA CIP KTM 1:40.895 +2.403
21 M YURCHENKO RBA KTM 1:40.905 +2.413
22 J MCPHEE SIC HONDA 1:41.052 +2.560
23 K TOBA Asia Honda 1:41.142 +2.650
24 T BOOTH-AMOS CIP KTM 1:41.273 +2.781
25 A OGURA Asia Honda 1:41.517 +3.025
26 A ARENAS Ángel Nieto KTM 1:41.815 +3.323
27 N ANTONELLI SIC58 Honda 1:41.957 +3.465
28 R ROSSI Gresini Honda 1:42.194 +3.702
29 R CHANDLER Double Six Kalex KTM 1:45.166 +6.674
  TEMPO 107%   1:45.386 +6.894
  Y SHAW Double Six Kalex KTM 1:49.480 +10.988
  G RODRIGO Gresini Honda    
         
REC J MILLER Red Bull KTM Ajo 1:36.302 166.2 km/h
MV A MÁRQUEZ Estrella Galicia 0.0 1:36.050 166.7 km/h
         
  Condições do tempo PISTA SECA   ar: 11ºC | pista: 10ºC


 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube