Às vésperas do GP da Itália, Márquez lembra primeiro contato com Hayden: “Me tratou como se eu fosse seu irmão menor”

Marc Márquez lembrou um encontro com Nicky Hayden aos 15 anos de idade e contou que foi tratado pelo norte-americano como se fosse seu irmão menor. Espanhol teve o #69 como companheiro de equipe em Phillip Island no ano passado

 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : ‘pt’
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : ‘inread’
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Às vésperas do GP da Itália, a prova de Mugello parece ser a menor das preocupações dos pilotos. Ainda impactados com a morte de Nicky Hayden em decorrência das lesões sofridas em um atropelamento, os titulares da MotoGP procuraram contar suas memórias do campeão de 2006.

 
Depois de Dani Pedrosa, Marc Márquez também falou de Hayden e lembrou do momento em que conheceu o piloto do Kentucky, aos 15 anos de idade.
Marc Márquez lembrou encontro com Hayden aos 15 anos (Foto: Michelin)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

“Nós estávamos nos preparando para ir para Montmeló para um dia de testes na semana passada quando recebemos a terrível notícia da morte de Nicky”, lembrou Márquez. “Ele era um ótimo piloto e uma pessoa incrível. Lembro de uma vez, quando eu era uma criança de 15 anos, bem no início da minha carreira no Mundial, e ele era o campeão da MotoGP: nós participamos de um evento juntos e o meu inglês era muito ruim, então ele tentou falar espanhol. Ele era muito divertido e descontraído, me tratando como se eu fosse seu irmão menor. E aí no ano passado nós dividimos os boxes na Austrália e tínhamos uma ótima festa juntos depois da corrida”, seguiu.
 
“Como a incrível família dele, ele tinha uma grande paixão pelo motociclismo, e estará sempre nos nossos corações”, frisou.
 
Márquez também falou sobre o teste de Barcelona e disse esperar que o novo pneu dianteiro o ajude a melhorar sua performance.
 
“Em relação ao teste, nós trabalhamos no acerto da moto e, especialmente, focamos em testar o pneu dianteiro da Michelin que vamos começar a usar na próxima corrida em Mugello”, contou. “Com este pneu, tive menos movimento na dianteira, e o feeling foi mais consistente ao longo da volta. Ainda precisamos entender como vai ser na corrida inteira, mas, de qualquer forma, com o meu estilo de pilotagem eu geralmente me sinto melhor com ele e estou confiante de que em Mugello isso vai me ajudar um pouco mais”, concluiu.
 
TÉO JOSÉ ACERTA PALPITE VENCEDOR DA INDY 500: ASSISTA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = ‘ca-pub-6830925722933424’;
google_ad_slot = ‘8352893793’;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(‘crt_ftr’).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(‘cto_ifr’);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(‘px’)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write('’);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube