Bagnaia confirma forma e dispara na ponta para vencer GP da Holanda de Moto2. Quartararo bate Márquez pelo 2º lugar

Francesco Bagnaia impôs o forte ritmo que demonstrou ao longo de todo o fim de semana e escapou na ponta neste domingo (1) para vencer pela quarta vez na temporada. Em uma bela prova de recuperação, Fabio Quartararo aproveitou os giros finais para tomar a segunda colocação de Álex Márquez

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Depois de liderar quase todas as sessões em Assen ― com exceção do warm-up ―, Francesco Bagnaia entrou na corrida deste domingo (1) como favorito e não decepcionou. Largando na ponta, o #42 fez uma ótima saída e não foi incomodado ao longo das 24 voltas da disputa.
 
Segundo no grid, Marcel Schrotter até tentou fazer alguma pressão em cima do piloto da VR46, mas não teve ritmo para sequer preocupar Francesco, que conquistou com tranquilidade sua quarta vitória na temporada 2018.
Francesco Bagnaia faturou a vitória na Holanda (Foto: SKY Racing Team VR46)
A briga pelo segundo posto, por outro lado, foi bastante mais animada, envolvendo Álex Márquez, Joan Mir, Lorenzo Baldassarri, Marcel Schrotter e Fabio Quartararo ― o último, aliás, apertou o passo nas voltas finais para tentar alcançar o pódio.
 
13º no grid, Baldassarri fez uma corrida de recuperação e conseguiu deixar a concorrência pelo caminho para se isolar no segundo posto, mas, com quatro voltas para o fim, o piloto da Pons teve o pneu traseiro de sua Kalex furado e acabou apenas em 26º, uma volta atrás do vencedor.
 
Márquez, então, foi promovido ao segundo lugar, mas logo passou a ser pressionado por Fabio Quartararo, que tinha vencido uma batalha animada com Schrotter. Vindo de um triunfo na Catalunha, o francês logo se impôs e tomou a segunda colocação, deixando o rival da Marc VDS com o último posto do pódio.
 
Schrotter teve de se contentar com o quarto posto, seguido por Mir. Miguel Oliveira escalou até a sexta colocação, bastante à frente de Brad Binder, o sétimo. Terceiro no grid, Luca Marini fez uma boa saída, mas despencou até o oitavo posto, à frente de Sam Lowes. Andrea Locatelli fecha a lista dos dez melhores. 
 
Único brasileiro no Mundial de Motovelocidade, Eric Granado ficou com o 24º lugar, 0s030 atrás de Jules Danilo, o 23º. Companheiro do #51 na Forward, Stefano Manzi abandonou após uma queda.
Com o resultado, Bagnaia segue no topo da tabela de classificação, agora com 16 pontos de vantagem para Oliveira. Márquez tem a terceira colocação, seguido por Baldassarri e Mir.
 

Saiba como foi o GP da Holanda da Moto2:
 

Em mais um dia de sol na região norte da Holanda, a Moto2 mais uma vez encontrou condições de pista perfeitas. Na hora da largada, a temperatura era de 23°C, com o asfalto chegando a 36°C. O vento soprava a uma velocidade de 18 km/h.
 
Vindo de um fim de semana dominante em Assen, Francesco Bagnaia ― que conquistou sua primeira vitória no Mundial de Motovelocidade em Assen há três anos ― tinha a pole, à frente de Marcel Schrotter. Luca Marini vinha na sequência para fazer sua estreia na primeira fila.
 
Álex Márquez abre a segunda fila, escoltado por Xavi Vierge e Sam Lowes. Vencedor do GP da Catalunha, Fabio Quartararo ocupa o sétimo lugar.
 
Neste fim de semana, os pilotos terão o pneu dianteiro médio ‘2’ em Assen, com a Dunlop oferecendo as opções macia ‘2R1’ e média ‘3’ para a traseira.
 
As luzes se apagaram e a largada foi autorizada em Assen. Bagnaia conseguiu manter a ponta do pelotão, Schrötter na segunda colocação, enquanto Marini conseguiu seguir no terceiro posto do pelotão. Márquez e Mir completavam o top-5.

E logo nos primeiros metros da corrida a primeira queda já era vista. Na curva 5, Danny Kent acabou sofrendo um acidente e foi ao chão. Felizmente, o piloto não sofreu nada demais e deixou o local andando.
 

Após os primeiros giros completados, poucas mudanças foram vistas na ordem da tabela. O #42 seguia na ponta da corrida, seguido pelo #23. Mir agora era o terceiro colocado, enquanto Márquez vinha em quarto. Marini caiu para quinto.
O atual líder da classificação tentava se afastar do pelotão na ponta, mas Schrötter não dava vida fácil para o piloto, ficando pouco mais de 0s4 de desvantagem. Atrás da dupla, Márquez acabava de ultrapassar o companheiro Mir.
 
O segundo piloto a protagonizar uma queda durante o GP da Holanda foi Stefano Manzi, companheiro de Eric Granado. Na curva 10 do circuito, o piloto acabou caindo sozinho e abandonando de forma precoce a disputa.
 
Com 15 giros para o final, Bagnaia enfim conseguiu abrir um confortável respiro na ponta, com mais de 1s de frente para Márquez, o segundo. Baldassari vinha em segundo, com Schrötter e Mir completando o rol dos cinco primeiros.
 

Bagnaia tinha agora a vida mais do que tranquila na ponta da corrida, sem sequer ver a sombra dos adversários. Baldassari vinha logo atrás, Márquez, Schrötter, Mir, Quartararo, Oliveira, Marini, Brad Binder e Locatelli completando o top-10.

Perto do fim, Baldassari sofreu um grande revés em sua corrida. Com um furo em seu pneu, o piloto se dirigiu aos boxes e terminou sua corrida de forma precoce. Após trocar a borracha, o competidor voltou para a pista.
 
Quem acabou se aproveitando do problema foi Quartararo que, largando do meio do pelotão, agora era o segundo colocado. Márquez, Schrötter e Mir completavam o rol dos cinco primeiros daquele momento.

Dali para o fim, nada mais mudaria na ordem do pelotão. Em um desempenho impecável, Bagnaia confirmou a otima forma que tem apresentado na temporada e garantiu mais uma vitória no ano. Quartararo foi o segundo, com Márquez completando o pódio do dia.

Moto2 2018, GP da Holanda, Assen, Final:
 

1 42 FRANCESCO BAGNAIA ITA VR46 Kalex 39:30.436 24 voltas
2 20 FABIO QUARTARARO FRA SPEED UP +1.748  
3 73 ÁLEX MÁRQUEZ ESP MARC VDS Kalex +2.179  
4 23 MARCEL SCHRÖTTER ALE INTACT Kalex +4.094  
5 36 JOAN MIR ESP MARC VDS Kalex +4.342  
6 44 MIGUEL OLIVEIRA POR RED BULL KTM AJO +5.230  
7 41 BRAD BINDER RSA RED BULL KTM AJO +9.568  
8 10 LUCA MARINI ITA VR46 Kalex +9.960  
9 22 SAM LOWES ING INTERWETTEN KTM +14.133  
10 5 ANDREA LOCATELLI ITA ITALTRANS Kalex +14.332  
11 54 MATTIA PASINI ITA ITALTRANS Kalex +18.525  
12 40 AUGUSTO FERNANDEZ ESP PONS Kalex +20.297  
13 9 JORGE NAVARRO ESP GRESINI Kalex +20.867  
14 77 DOMENIQUE AEGERTER SUI KIEFER KTM +27.394  
15 24 SIMONE CORSI ITA TASCA Kalex +28.424  
16 27 IKER LECUONA ESP INTERWETTEN KTM +28.505  
17 64 BO BENDSNEYDER HOL TECH3 Mistral 610 +28.674 + 1s4 
18 87 REMY GARDNER AUS TECH3 Mistral 610 +28.888  
19 89 KHAIRUL IDHAM PAWI MAL TEAM TADY Kalex +29.441  
20 4 STEVEN ODENDAAL RSA RW NTS +39.321  
21 16 JOE ROBERTS EUA RW NTS +39.407  
22 32 ISAAC VIÑALES ESP SAG Kalex +39.750  
23 95 JULES DANILO FRA SAG Kalex +48.946  
24 51 ERIC GRANADO BRA FORWARD Suter +48.976  
25 21 FEDERICO FULIGNI ITA TASCA Kalex +1:27.879  
26 7 LORENZO BALDASSARRI ITA PONS Kalex +1 volta  
  13 ROMANO FENATI ITA SNIPERS Kalex NC  
  97 XAVI VIERGE ESP INTACT Kalex NC  
  62 STEFANO MANZI ITA FORWARD Suter NC  
  52 DANNY KENT ING SPEED UP NC  
             
POLE FRANCESCO BAGNAIA ITA VR46 Kalex 1:37.608 167.5 km/h
VOLTA MAIS RÁPIDA LORENZO BALDASSARRI ITA PONS Kalex 1:38.030 166.7 km/h
RECORDE TITO RABAT ESP MARC VDS Kalex 1:37.449 167.7 km/h
MELHOR VOLTA JOHANN ZARCO FRA AJO Kalex 1:36.346 169.7 km/h
             
    Condições do tempo   PISTA SECA   ar: 23ºC | pista: 38ºC

#GALERIA(8458)

LISTRAS LISÉRGICAS

COM CHICANE E CORES POLÊMICAS, PAUL RICARD DIVIDE OPINIÕES

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube