Bradl afirma que Lorenzo está perdido com Honda: “Não sabe por onde começar”

Chegou a vez de Stefan Bradl falar sobre a atual fase de Jorge Lorenzo. O piloto de testes da Honda afirmou que o espanhol está perdido com a RC213V, sem saber por onde começar o trabalho

Stefan Bradl disse algumas duras palavras sobre a atual situação de Jorge Lorenzo na Honda. O piloto de testes afirmou que o espanhol está perdido no time, deixando claro que tem pontos a se preocupar com sua performance na MotoGP.
 
O alemão foi titular da LCR entre as temporadas de 2012 e 2014. Atualmente, assumiu a vaga de piloto de testes da escuderia japonesa, mas chegou a disputar quatro provas em 2019, conseguindo dois top-10 e somando 16 pontos. Hoje, o #99 tem 23.
 
Ao comentar sobre a fase do tricampeão, Stefan foi bastante direto sobre como enxerga tudo. “Os resultados indicam que realmente há com o que se preocupar. Pude ver a situação de perto em Aragão”, falou em entrevista a ‘Servus TV’.
Jorge Lorenzo (Foto: Repsol)

“Por exemplo, pude estar na reunião técnica da sexta-feira de Jorge e realmente não sabe nem por onde começar com a moto. Ainda tem Marc Márquez a apenas 20m do box e está sem moral”, seguiu.
 

“O problema de Jorge é que não confia na moto, enquanto Marc pode fazer de tudo com essa mesma moto. Então, tem que adicionar ainda as lesões, como a grave que sofreu em Assen. Acredito que Lorenzo está em um vórtice que vai ser muito difícil de sair”, continuou.
 
Stefan ainda afirmou que em 2020 “seguirei como piloto de testes da Honda e possivelmente como comentarista. Não sei que é minha no título de Marc, acredito que mínima. Desenvolvemos a moto juntos e logo a levamos para corrida.”
 
“Marc tem sido impressionante e a temporada ainda sequer terminou”, encerrou o alemão.
 

Paddockast #36
O MELHOR PILOTO SEM VITÓRIA NA F1

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube