Campeão da Moto3 em 2015, Kent lamenta começo ruim na Moto2 e admite: “Não chegarei na MotoGP tão cedo”

Danny Kent está bem longe de impressionar em seu começo de temporada 2016 da Moto2. O atual campeão da Moto3 sabe disso e admite que o sonho de chegar à MotoGP em 2017 está bem longe

Danny Kent vem sendo uma das grandes decepções da Moto2 em 2016. Campeão da Moto3 no ano passado, o britânico foi sexto em sua prova de reestreia na categoria no Catar, mas não conseguiu pontuar depois disso. Kent admitiu que, pelos péssimos resultados, seu sonho de ir para a MotoGP em 2017 fatalmente será adiado.
 
Kent contou que seu planejamento era ficar apenas um ano na Moto2 para logo saltar para a MotoGP, mas reconheceu que agora isso está complicado.
 
"Meu plano era chegar na Moto2, tentar ter um grande ano e garantir um bom contrato na MotoGP em 2017. Mas, se as coisas continuarem como estão na Moto2, é claro que eu não vou conseguir ir para a MotoGP tão cedo", disse ao site norte-americano 'Motorsport.com'.
 
O inglês quer crescer ainda na temporada 2016 para, quem sabe, em 2017 estar em condições de brigar pelo título da Moto2.
 
"A minha sorte é que tem quase uma temporada inteira pela frente, posso melhorar bem. Se tiver uma segunda metade de ano fortíssima, quem sabe? Aí talvez eu arrume um ótimo contrato na Moto2 em 2017, brigue por título e, então, possa estar em um grande time na MotoGP em 2018", falou.
Danny Kent está sofrendo horrores na temporada 2016 da Moto2 (Foto: Kiefer)
Kent falou do início de temporada conturbado que vem tendo e quer encerrar o ano tendo regularidade no pódio e no top-5.
 
"Foi um começo de ano bem difícil. Não esperava que fosse ser algo fácil, mas também não achava que seria tão complicado. Agora é hora de refletir, estudar e ver como podemos melhorar, sem achar que vamos chegar lá e vencer corridas. Minha meta agora é ir progressivamente reduzindo a vantagem dos líderes e tentar, no fim do ano, chegar ao pódio e ao top-5 regularmente", seguiu.
 
Para o campeão da Moto3 em 2015, sua experiência anterior na Moto2 de nada serviu para o início em 2016.
 
"Eu me sinto praticamente como um calouro, eu estive na Moto2 três anos atrás, era outra realidade. O gerenciamento dos pneus é completamente diferente, tem muita coisa que eu preciso me adaptar ainda", completou.
 
Kent vem apenas na 14ª colocação na temporada 2016 da Moto2. O britânico tem só os dez pontos conquistados no Catar.
 
PADDOCK GP #26 (VERSÃO 3) DEBATE F-E, MOTOGP, INDY E F-1

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube