Chefe diz que Aprilia pode atender equipes clientes a partir de 2018, mas admite: “Não discutimos esse assunto”

Chefe da Aprilia, Romano Albesiano avaliou que a fábrica de Noale teria condições de fornecer a RS-GP para equipes satélites a partir de 2018. Dirigente destacou, no entanto, que o assunto ainda não foi debatido

 
Chefe da Aprilia, Romano Albesiano deixou a porta aberta para ampliar o envolvimento da marca de Noale com a MotoGP. De acordo com o dirigente, a fábrica italiana poderia fornecer a RS-GP para equipes já na temporada 2018.
 
Em entrevista ao diário italiano ‘La Gazzetta dello Sport’, Albesiano afirmou que atender times privados é uma possibilidade para a Aprilia, mas ressaltou que o tema ainda não foi discutido.
Aprilia admite possibilidade de atender times satélites em 2018 (Foto: Aprilia)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

A Dorna, promotora do Mundial de Motovelocidade, quer que todas as fábricas do grid atendam equipes satélites. Hoje, no entanto, dos seis construtores presentes, apenas Honda, Yamaha e Ducati tem clientes. A Suzuki já admitiu o interesse em ampliar a presença da GSX-RR, mas ainda não consolidou seus planos. A KTM, por sua vez, acabou de entrar no campeonato, mas já se mostrou interessada em atender outros times.
 
“Não começamos ainda a discutir este assunto, mas pode ser”, disse Albesiano. “Agora nós estamos focados no crescimento da moto, mas ter uma equipe satélite em 2018 é uma coisa que nos agrada e estaríamos preparados”, garantiu.
 
O dirigente reconheceu que, para atender um time satélite, a Aprilia precisaria mudar sua estrutura, mas destacou os benefícios de ter mais motos no grid.
 
“Agora nós temos uma estrutura certamente pequena e, com mais uma equipe, precisaríamos nos reestruturar de forma adequada. Mas é possível fazer”, avaliou. “Uma equipe satélite seguramente teria vantagens em nível econômico, técnico e esportivo”, ponderou.
 
PADDOCK GP #72 TRAZ ÁTILA ABREU E DISCUTE ETAPAS DA STOCK CAR, F1, INDY E MOTOGP

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube