Chuva confunde Mir, e Canet dá bote na penúltima volta para conquistar pole da Moto3 em Sachsenring

Em um treino marcado por uma chuva intermitente, Arón Canet aproveitou a penúltima volta nesta tarde de sábado (1) para dar o bote em Joan Mir e arrematar a pole-position em Sachsenring. Nicolò Bulega completa a primeira fila

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A chuva não jogou no time de Joan Mir na tarde deste sábado (1) em Sachsenring. Dando uma trégua desde a tarde de sexta-feira, o clima permaneceu seco nos primeiros 25 minutos do treino classificatório da Moto3, mas parou depois de uma garoa breve e deu a Arón Canet a chance de conquistar sua segunda pole-position na temporada 2017.
 
Com o céu bastante nublado, a chegada da chuva era uma questão de tempo. Assim, os pilotos não perderam tempo assim que a bandeira verde foi exibida no fim do pit-lane. Mir começou a sessão na ponta, mas enfrentou a resistência Tony Arbolino e Nicolò Bulega.
 
O #36, então, aproveitou sua décima volta para anotar 1min26s933 e assumir a posição de honra. Enquanto os demais tentavam apresentar uma reação, a chuva chegou para esvaziar a pista, mas foi apenas uma garoa breve. Com cinco minutos para o fim, a atividade foi retomada, com mudanças importantes na ordem.
Canet conquista a pole (Foto: Reprodução)
Confiante em seu bom tempo, Mir seguiu nos boxes até os instantes finais e não teve chance de respondeu ao 1min26s688 registrado por Canet em seu penúltimo giro.
0s293 mais lento que o #44, Nicolò Bulega completa a primeira fila, à frente de Marcos Ramírez e Arbolino. Romano Fenati ficou com o sexto posto, seguido por Philipp Oettl, Bo Bendsneyder, Enea Bastianini e John McPhee.
 
Substituindo o lesionado Niccolò Antonelli, Danny Kent se junta a María Herrera como os dois pilotos sancionados pela direção de prova. A dupla perdeu 12 posições no grid de largada por direção irresponsável ainda no TL1. 
 
O Mundial de Motovelocidade segue tentando combater o frequente uso do vácuo na Moto3, já que é arriscado que pilotos fiquem rodando em ritmo inferior pela pista a espera de um rival mais veloz. Entretanto, as medidas não têm surtido efeito, o que levou a organização a adotar sanções mais duras, inclusive ameaçando com suspensão.
Rei das poles em 2017, Jorge Martín está fora da sequência do fim de semana. O espanhol sofreu uma forte queda durante o segundo treino em Sachsenring e foi diagnosticado com uma fratura no tornozelo.
 
Saiba como foi o treino classificatório da Moto3 em Sachsenring:
 
Apesar do céu permanecer bastante nublado, a chuva seguiu longe de Sachsenring, ao menos para os primeiros minutos do treino classificatório da Moto3. Mesmo com as muitas nuvens, a temperatura subiu ligeiramente, chegando a 18°C no ambiente e 24°C na pista. A velocidade do vento era de 10 km/h.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Com a ameaça de chuva pairando no ar, os pilotos partiram para a pista tão logo o cronômetro foi acionado, dando início aos 40 minutos de sessão.
 
Líder do Mundial, Joan Mir abriu os trabalhos no topo da tabela, 0s010 à frente de Arón Canet. Bulega era terceiro, à frente de Ramírez e Suzuki.
 
Pouco depois, Tony Arbolino chegou em 1min27s228 e assumiu a pole provisória, 0s086 melhor que Ramírez, o segundo colocado. O italiano de 16 anos defende a estreante SIC58 Squadra Corse.
 
Passados os primeiros dez minutos, o movimento nos boxes aumentou. Os pilotos precisavam tentar garantir uma boa posição desde o início da sessão, já que a chuva não tinha hora para chegar.
 
De volta à pista, Bulega registrou 1min27s053 e tomou a ponta, abrindo 0s175 de vantagem para Arbolino. Ramírez era terceiro.
 
Mir, então, lançou um giro em 1min26s933 e retomou a pole provisória, 0s120 melhor que Bulega. Ramírez passou Arbolino para se manter na primeira fila.
 
Com cerca de 15 minutos para o fim da sessão, as bandeiras de chuva começaram a aparecer. Mir tinha a pole provisória, à frente de Bulega, Ramírez, Arbolino, Canet, Fenati, Oettl, Guevara, Suzuki e Rodrigo.
Os pilotos, então, foram aos boxes, mas voltaram a sair cerca de dez minutos depois, quando a chuva já tinha parado. Depois de ver Bendsneyder melhorar, Mir colocou o capacete, mas não foi para a pista defender seu território.
 
Pertinho do fim da sessão, Mir foi para a pista tentar defender sua pole. Enquanto isso, Canet vinha em boa volta.
 
O piloto da Estrella Galicia 0,0, aliás, avançou para a pole, superando Mir por 0s254. O #36 não tinha mais tempo de reagir.

#GALERIA(7095)

Moto3, GP da Alemanha, Sachsenring, Classificação:

1 44 ARÓN CANET ESP ESTRELLA GALICIA 0,0 Honda 1:26.688    
2 36 JOAN MIR ESP KIEFER Honda 1:26.933 +0.245  
3 8 NICOLÒ BULEGA ITA VR46 KTM 1:26.981 +0.293  
4 42 MARCOS RAMÍREZ ESP WORLDWIDE KTM 1:27.186 +0.498  
5 14 TONY ARBOLINO ITA SIC58 Honda 1:27.228 +0.540  
6 5 ROMANO FENATI ITA ONGETTA Honda 1:27.254 +0.566  
7 65 PHILIPP OETTL ALE SCHEDL GP KTM 1:27.284 +0.596  
8 64 BO BENDSNEYDER HOL RED BULL KTM AJO 1:27.297 +0.609  
9 33 ENEA BASTIANINI ITA ESTRELLA GALICIA 0,0 Honda 1:27.307 +0.619  
10 17 JOHN MCPHEE ING BRITISH TALENT TEAM Honda 1:27.414 +0.726  
11 58 JUANFRAN GUEVARA ESP RBA Mahindra 1:27.450 +0.762  
12 24 TATSUKI SUZUKI JAP SIC58 Honda 1:27.466 +0.778  
13 11 LIVIO LOI BEL KIEFER Honda 1:27.505 +0.817  
14 7 ADAM NORRODIN MAL SIC Racing Team Honda 1:27.515 +0.827  
15 19 GABRIEL RODRIGO ARG RBA Mahindra 1:27.528 +0.840  
16 40 DARRYN BINDER RSA WORLDWIDE KTM 1:27.581 +0.893  
17 12 MARCO BEZZECCHI ITA CIP Mahindra 1:27.635 +0.947  
18 84 JAKUB KORNFEIL TCH SAXOPRINT Peugeot 1:27.680 +0.992  
19 27 KAITO TOBA JAP TEAM ASIA Honda 1:27.731 +1.043  
20 71 AYUMU SASAKI JAP SIC Racing Team KTM 1:27.781 +1.093  
21 96 MANUEL PAGLIANI FRA CIP Mahindra 1:27.782 +1.094  
22 16 ANDREA MIGNO ITA VR46 KTM 1:27.824 +1.136  
23 48 LORENZO DALLA PORTA ITA ASPAR Mahindra 1:27.899 +1.211  
24 21 FABIO DI GIANNANTONIO ITA GRESINI Honda 1:27.944 +1.256  
25 95 JULES DANILO FRA ONGETTA Honda 1:28.071 +1.383  
26 41 NAKARIN ATIRATPHUVAPAT TAI TEAM ASIA Honda 1:28.113 +1.425  
27 31 RAÚL FERNÁNDEZ ESP ASPAR Mahindra 1:28.134 +1.446  
28 52 DANNY KENT ING RED BULL KTM AJO 1:27.539 +0.851 + 12
29 4 PATRIK PULKKINEN FIN SAXOPRINT Peugeot 1:28.806 +2.118  
30 77 TIM GEORGI ING FREUDENBERG KTM 1:29.296 +2.608  
31 6 MARÍA HERRERA ESP ARGIÑANO & GINÉS KTM 1:28.266 +1.333 + 12
POLÊMICA MOSTRA QUE VETTEL PISOU NA BOLA E HAMILTON FOI MALANDRO EM BAKU

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube