Com Tech3 repaginada, KTM apresenta RC16 para “quarto capítulo” na MotoGP

Em uma apresentação totalmente digital, a KTM mostrou nesta terça-feira (18) as RC16 de Pol Espargaró e Brad Binder para a temporada 2020 da MotoGP. Evento também revelou o novo layout das motos de Miguel Oliveira e Iker Lecuona na Tech3

LEIA TAMBÉM
Depois de Ducati, Honda, Suzuki, Yamaha, SIC e Avintia, chegou a vez de a KTM apresentar a versão de 2020 da RC16. Às vésperas de iniciar sua quarta temporada na MotoGP, a fábrica austríaca exibiu sua nova máquina nesta terça-feira (18), em um evento digital em conjunto com a Tech3.

Com quatro pilotos representando três nacionalidades, o evento da KTM também foi plural, com os competidores falando em seus idiomas nativos: espanhol para Pol e Iker, inglês para Brad e português para Miguel. A cúpula da marca, aliás, também usou o idioma natal. 

 
Desde que chegou à classe rainha do Mundial de Motovelocidade, em 2017, a KTM foi avançando a olhos vistos. Multicampeã no mundo off-road, a KTM sempre reconheceu a dificuldade do desafio na motovelocidade, mas, tirando proveito máximo das concessões previstas em regulamento, vem fazendo um trabalho primoroso na evolução da moto. Um desenvolvimento, aliás, que colocou a Aprilia para escanteio até aqui.

O primeiro pódio aconteceu no fim de 2018, com um terceiro lugar no GP da Comunidade Valenciana, mas o grande momento veio no ano passado, na França: líder do time, Pol Espargaró completou a prova em Le Mans com o sexto posto, mas apenas 5s935 atrás de Marc Márquez, o vencedor.
A RC16 da KTM para 2020 (Foto: KTM)
Paddockast #48
MELHOR PILOTO BRASILEIRO DA DÉCADA

Ouça:

Spotify | iTunes | Android | playerFM

Agora, indo para o quarto ano na MotoGP, a KTM tenta dar mais um passo à frente. Desta vez, porém, com um novato ao lado do caçula dos Espargaró. Enquanto no ano passado a fábrica austríaca celebrava a badalada chegada de Johann Zarco, desta vez o time apoiado pela Red Bull vai promover a estreia de Brad Binder, que foi escalado para assumir o posto após o #5 jogar a toalha ainda em meados do ano passado.
 
A escolha por Binder causou um certo desconforto com Miguel Oliveira, mas o português segue com a Tech3. Inicialmente, o #33 ia correr pelo time de Hervé Poncharal, mas a promoção do sul-africano abriu caminho para a chegada de Iker Lecuona à MotoGP.
 
Com Dani Pedrosa trabalhando nos bastidores, a KTM mostrou boa forma nos testes de Sepang, inclusive com o aposentado #26, que mostrou que tem velocidade o bastante para ainda estar no grid.
No vídeo divulgado nesta terça-feira, cúpula da KTM exaltou o trabalho de Pol Espargaró, a quem classificou como um “herói”.
 
“Não posso pensar em um campeão melhor na MotoGP do que Pol”, disse Stefan Pierer, chefão da KTM. 
 

Na versão 2020, a KTM segue com um layout bastante parecido com o do ano anterior, mas a Tech3 vem com suas motos repaginadas, com um faixa prateada ganhando espaço nas laterais da moto.

Chefe da divisão esportiva da KTM, Pit Beirer falou com animação da evolução do projeto da RC16 e considerou que a fábrica cumpriu a meta que tinha até aqui.

#GALERIA(10029)

“2020 está perto de começar e diria que estamos exatamente onde esperávamos estar”, disse Pit Beirer, chefe da divisão esportiva da KTM. “Nós tínhamos tudo num mapa e seguimos isso com o apoio total da companhia e a cúpula”, seguiu. 

 
“No ano passado, nós trabalhamos com um time satélite e quatro pilotos que nos deram um feedback e os grupos incentivaram um ao outro, mas, ao mesmo tempo, isso nos levou ao limite dos recursos e ao ponto em que estamos agora”, comentou. “Não diria que temos uma ‘equipe satélite’ agora, mas, ao invés disso, somos um grupo de KTM com amizade e confiança, e incluo nossa equipe de testes nessa organização toda”, frisou.
 
“É fascinante poder desenvolver motocicletas insanamente potentes e de alta qualidade ― o pináculo da engenharia de motocicletas ― e nós estamos forçando os materiais ao limite”, garantiu. 

Ainda, o dirigente exaltou o papel de Pol Espargaró na equipe e avaliou que Oliveira vai colocar pressão nos titulares da KTM neste ano. Beirer, também, sublinhou que o projeto da Moto3 foi fundamental para a fábrica de Mattighofen. 
 
“E aí tem os pilotos: Pol acrescenta muito a esse projeto e nós conhecemos Brad muito bem e é uma ótima história para nós ter o nosso próprio campeão da Moto3 correndo conosco na Moto3”, celebrou. “Miguel vai, definitivamente, pressionar os pilotos de fábrica neste ano e nós temos uma fé enorme em Iker, que já nos impressionou”, seguiu.
 
“Trabalhar no projeto da Moto3 desde 2012 foi a fundação do nosso atual programa na MotoGP e um dos passos mais importantes para o nosso departamento de corridas, porque nos permitiu começar, aprender rápido e construir com basicamente o mesmo número de pessoas. Nós estamos felizes por podermos desempenhar um papel tão bom na categoria. Vamos continuar dando tudo para melhorar na MotoGP”, assegurou.
 
“Essa é uma temporada importante para nós. Estou convencido de que fizemos um excelente trabalho nos bastidores para alinhar com uma boa moto no grid de largada, mas isso será medido pelos nossos tempos de volta”, encerrou.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube