De Angelis volta para casa 12 dias após sofrer forte acidente no Japão e aposta: “Estarei de volta em breve

Uma ótima notícia para o mundo da motovelocidade. Foi anunciado que Alex de Angelis, 12 dias após sofrer o forte acidente no Japão, voltará para casa. No domingo, o piloto deve pegar um voo para a Itália, onde continuará todo o tratamento para sua total recuperação

Uma ótima notícia foi dada. Alex De Angelis poderá, finalmente, voltar para sua casa em San Marino após o forte acidente que sofreu no treino livre do GP do Japão. O piloto deixará o Hospital Universitário Dokkyo, em Mibu, e embarcará em um voo para Roma. 
 
Durante toda a viagem o italiano irá se manter na posição horizontal, para não causar maiores danos em sua coluna, além de estar sempre acompanhado por um médico e seu pai. Chegando na Itália, irá para o Hospital de San Marino, onde continuará sua estadia e iniciará sua terapia.
 
Durante o quarto treino livre para o GP do Japão, De Angelis sofreu uma forte queda. Decorrente do acidente, acabou sofrendo muitos traumas, como uma contusão em seu pulmão, fraturas nas vértebras T7-T8-T9, nas costelas, no baixo lombar L4 e na ponta das vértebras T2-T4-T8.
Alex De Angelis volta para casa  (Foto: Facebook)
Ao se pronunciar sobre seu retorno para casa, o piloto não conseguia esconder a animação. Ainda, não deixou de agradecer todo o apoio que recebeu durante toda a primeira parte de seu tratamento no Japão. “Finalmente, se tudo der certo, voltarei para casa”, disse.
 
“Claro que não irei correr, mas no Hospital de San Marino eu irei encontrar os meus amigos. Eu quero ter a oportunidade de agradecer primeiro a minha família, meu pai e meu irmão, que foram o mais rápido possível para o Japão para me encontrar, minha equipe e Giampiero Sacchi que tem sido muito próximo nesses dias, e claro, o doutor Michele Zasa, que tem coordenado seus colegas japoneses no hospital e no meu retorno para casa”, continuou.
 
Como todo bom competidor da MotoGP, De Angelis encerrou expressando seu desejo de voltar logo para as pistas, em cima de sua moto. “Sinto pena pelo que aconteceu, pois queria ter feito uma linda viagem asiática, mas no final acabou bem, pois eu tenho alguns machucados feios, mas nada que irá me impedir de continuar a correr, e é por isso que sou feliz”, explicou.
 
“A partir do momento que chegar em casa, será uma longa reabilitação, mas existe um grande desejo de voltar o mais cedo possível. Gostaria ainda de agradecer todos que me mandaram mensagens, tanto pessoais quanto nas redes sociais. Saber que existem tantas pessoas que querem que você volte para a ação é fantástico quando se está nessas condições difíceis. Voltarei em breve”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube