De volta após lesão, Mir diz que teste de Misano foi “melhor do que esperava”

Joan Mir admitiu que o teste em Misano foi melhor do que o esperado. O #36 estava longe das pistas desde o forte acidente que sofreu no teste coletivo de Brno

Joan Mir admitiu que o teste de Misano foi melhor que o esperado. Em San Marino, o #36 voltou às pistas pela primeira vez após o forte acidente que sofreu no teste coletivo realizado pela MotoGP em Brno, no início de agosto.
 
No traçado tcheco, Mir caiu na entrada da primeira curva, quando rodava a 280 km/h. A Suzuki assumiu uma falha de equipamento, mas não deu detalhes do que aconteceu.
Joan Mir voltou em Misano após forte acidente em Brno (Foto: Suzuki)
Paddockast #31
QUEM NA F1 PASSA DE ANO?

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

No acidente, Joan sofreu uma contusão pulmonar e ficou de fora das corridas da Áustria e da Grã-Bretanha. O retorno à GSX-RR veio apenas no teste em Misano.
 
“Estou surpreso com o quão bem me encontrei depois de estar tanto tempo parado e ter perdido duas corridas”, disse Mir. “Me senti muito confortável com a moto e fizemos um bom teste. No primeiro dia, nós nos concentramos em recuperar as sensações e, no segundo, em preparar a corrida”, explicou.
 
“Foi melhor do que eu esperava”, admitiu. 
 
Mir, que fechou os testes em Misano com o 11º tempo, 1s3 atrás do líder Fabio Quartararo, reconheceu que sua condição física ainda não é perfeita e, assim, precisa aproveitar o tempo que resta antes do GP de San Marino e da Riviera de Rimini.
 
“Minha condição física não está 100%, mas me permitiu trabalhar e provar elementos novos”, comentou. “Agora eu tenho duas semanas para me preparar para a corrida”, concluiu.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube