Öncü bate Sasaki na última curva e vence GP da Alemanha da Moto3. Moreira é 7º

Deniz Öncü teve paciência para conseguir a ultrapassagem definitiva sobre Ayumu Sasaki na última curva da última volta do GP da Alemanha da Moto3. Diogo Moreira foi o sétimo

Deniz Öncü venceu o GP da Alemanha da Moto3, realizado neste domingo (18), após uma bela ultrapassagem sobre Ayumu Sasaki na última curva da pista de Sachsenring. O piloto largou em segundo e buscou o japonês — então na pole-position — durante toda a corrida até conseguir a manobra definitiva que o levou à primeira vitória na categoria.

O duelo entre Sasaki e Öncü começou a se desenhar nas voltas finais, quando o turco tirou uma diferença de mais de 1s para ficar a apenas 0s2 atrás do piloto da moto #71, que havia largado na pole-position. Apesar de se apresentar com muito mais ação, as imagens mostravam o piloto turco a todo momento mexendo na perna, incomodado com alguma coisa, o que poderia ser preocupante.

A três giros do fim, mais uma vez Öncü tentou colocar por dentro em um dos pontos de ultrapassagem de Sachsenring, mas Sasaki fechou a porta e impediu a manobra. O turco não se deu por vencido e teve paciência para conseguir a ultrapassagem na última curva da pista alemã.

Daniel Holgado completou o pódio, seguido por Ivan Ortolá e David Alonso. Jaume Masià foi o sexto, à frente de Diogo Moreira, sem sétimo. Ryusei Yamanaka, Stefano Nepa e Taiyo Furusato completaram o top-10.

A Moto3 volta às pistas já no próximo fim de semana, de 23 a 25 de junho, em Assen, para o GP da Holanda. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2023.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Confira como foi o GP da Alemanha de Moto3:

Luzes apagadas, e Moreira partiu muito bem, trazendo a moto para a linha de dentro, conseguindo fechar a primeira curva brigando pelo quarto lugar, porém ficou em quinto. Sasaki também se segurou na primeira posição, contudo num traçado diferente do feito pelo brasileiro.

Com uma primeira volta limpa e sem incidentes, os três primeiros colocados, Sasaki, Öncü e Ortolá mantiveram seus postos. Líder do campeonato, Holgado vinha logo atrás, após subir dois lugares. Quem também largava muito bem era Alonso, ganhando nada menos que sete postos — ao contrário de Kaito Toba, que caía seis, indo parar em 13º.

Mais um giro, e Collin Veijer, que fazia boa prova, também ganhando posições na largada, ia ao chão, dando adeus à disputa. Um pouco mais atrás, Alonso continuava abrindo caminho no pelotão, agora ultrapassando Masià e Moreira, que caía para sétimo.

Enquanto Öncü, Holgado e Ortolá formavam um pelotão compacto na briga pelo segundo posto, Sasaki já colocava 1s4 de vantagem na liderança. Moreira, por sua vez, perdia mais uma posição e fechava o giro 7 em oitavo e já sendo bastante pressionado por Alonso.

Como os pilotos estavam muito próximos, Moreira estudou com calma o momento certo para arriscar a ultrapassem e conseguiu recuperar postos sobre Masià e Nepa, fechando a volta 10 em sexto.

Enquanto isso, a diferença que chegou a ser de 1s5 entre Sasaki e o pelotão formado por Öncü, Holgado e Ortolá caiu para menos de 1s — agora, porém, apenas para o turco, que já abria 2s6 para o terceiro colocado. O japonês respondeu, porém Deniz conseguiu manter a nova distância numa média de 0s8.

Líder do campeonato, a briga de Holgado passou a ser contra Ortolá pela terceira posição. Giro 12, e Öncü se aproximava ainda mais, passando na reta dos boxes apenas 0s5 atrás da moto #71.

Com nove para o fim, Öncü colou de vez, a míseros 0s2 atrás de Sasaki e vendo cada vez mais a primeira vitória na categoria ganhar corpo. O piloto da moto #71 buscava o traçado defensivo para evitar que o bote viesse num ponto de ultrapassagem, porém qualquer vacilo seria fatal.

Abertura do giro 17, e Öncü trouxe a moto um pouco mais para a linha de dentro, tentando buscar a ponta na freada da curva 1, mas Sasaki conseguiu resistir à primeira investida. Só que Öncü teve paciência para esperar o momento certo, e ele veio na última curva da última volta.

Moto3 2023, GP da Alemanha, Sachsenring, resultado final:

1D ÖNCÜRed Bull KTM Ajo23 voltas 
2A SASAKIIntactGP Husqvarna+0.095 
3D HOLGADORed Bull KTM Tech3+12.158 
4I ORTOLÁMTA KTM+12.196 
5D ALONSOAspar GasGas+17.158 
6J MASIÀLeopard Honda17.328 
7D MOREIRAMSI KTM+17.416 
8R YAMANAKAAspar GasGas+17.468 
9S NEPAMTA KTM+17.548 
10T FURUSATOTeam Asia Honda+18.132 
11X ARTIGASPrüstelGP CFMoto+17.838 
12D MUÑOZBOE KTM+20.723 
13J RUEDARed Bull KTM Ajo+21.034 
14K TOBASic58 Honda+21.147 
15A MIGNOCIP KTM+21.241 
16R ROSSISic58 Honda+33.536 
17R FENATISnipers Honda+33.611 
18M AJITeam Asia Honda+33.759 
19S OGDENVisionTrack Honda+36.144 
20F FARIOLIRed Bull KTM Tech3+43.725 
21J KELSOPrüstelGP CFMoto+45.306 
22J WHATLEYVisionTrack Honda+55.584 
23D SALVADORCIP KTM+55.605 
24T BUASRITeam Asia Honda+55.729 
25D SHAHRILMSI KTM+55.801 
26A CARRASCOBOE KTM+55.954 
27M BERTELLESnipers HondaNC 
28C VEIJERIntactGP HusqvarnaNC 
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.