Diretor-esportivo fala em projeto de longo prazo e promete “toda paciência do mundo” em adaptação de Lorenzo

Diretor-esportivo da Ducati, Paolo Ciabatti garantiu que a casa de Bolonha terá toda paciência do mundo no processo de adaptação de Jorge Lorenzo. Diretor ressaltou que a parceria com o #99 é um projeto de longo prazo

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Diretor-esportivo da Ducati, Paolo Ciabatti garantiu que a casa de Bolonha terá toda paciência do mundo no processo de adaptação de Jorge Lorenzo. Após oito corridas com a Desmosedici, o #99 tem como melhor resultado o pódio conquistado em Jerez de la Frontera.
 
Em um momento em que Andrea Dovizioso lidera a classificação do Mundial de MotoGP pela primeira vez na carreira, as dificuldades de performance de Lorenzo ficam ainda mais evidentes, mas Ciabatti garante o alerta não foi acionado em Bolonha.
Paolo Ciabatti prometeu paciência em adaptação de Lorenzo (Foto: Ducati)
“Teremos toda a paciência necessária com Jorge”, garantiu Ciabatti em entrevista ao jornal espanhol ‘AS’. “O contratamos, pois é um piloto em que acreditamos e que de quem não se pode duvidar”, ressaltou. 
 
O dirigente entende que a moto da Ducati tem características da Yamaha com que Lorenzo está acostumado e garante que os engenheiros do time estão trabalhando para corrigir os defeitos apontados por Lorenzo, Dovizioso e Danilo Petrucci. 
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“Nossa moto tem características diferentes da Yamaha que ele pilotou durante nove anos e, portanto, lhe custa ter a sensação com a nossa moto, embora ela tenha demonstrado ser competitiva”, comentou. “A moto têm defeitos que foram apontados por Dovizioso, Jorge e Danilo e nós estamos trabalhando para melhorá-la. Quando conseguirmos, será uma vantagem para Dovizioso e Danilo, mas, principalmente, para Jorge, que tem um estilo de pilotagem diferente”, continuou.
 
“Temos de colocar à disposição dele uma moto que o faça se sentir 100% para exprimir seu grandíssimo talento. Teremos toda a paciência necessária, porque é um projeto de longo prazo”, sublinhou. “Está custando mais do que pensávamos para colocarmos a disposição dele uma moto que se adapte às suas características, mas o objetivo é esse”, completou.
POLÊMICA MOSTRA QUE VETTEL PISOU NA BOLA E HAMILTON FOI MALANDRO EM BAKU

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube