MotoGP

Dovizioso diz que incidente entre Rins e Morbidelli foi “enorme porta aberta” para pódio

Andrea Dovizioso avaliou que o incidente entre Álex Rins e Franco Morbidelli ainda no início do GP de Aragão facilitou seu caminho rumo ao pódio. Com 98 pontos de atraso para Marc Márquez na classificação, italiano exaltou a importância da volta ao pódio para defender vice-liderança da MotoGP

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Andrea Dovizioso acredita que sua escalada rumo ao pódio no GP de Aragão foi facilitada pelo incidente entre Franco Morbidelli e Álex Rins ainda na primeira volta. O italiano largou em décimo, mas recebeu a bandeirada no domingo (22) em segundo.
 
Apesar de um fim de semana discreto, Andrea sempre se mostrou confiante em suas chances de alcançar o top-3. O piloto da Ducati, no entanto, acredita que o incidente na curva 12 facilitou sua recuperação, também por ter tirado Rins do caminho, já que o espanhol acabou punido por causar a queda de Morbidelli.
Andrea Dovizioso (Foto: Ducati)
Paddockast #34
O GRID DOS SONHOS DO ESPORTE A MOTOR


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

“Depois de uma boa largada, eu fui bloqueado, então não pude ganhar nenhuma posição, mas, no fim, Rins e Morbidelli cometeram um erro e isso me deu uma enorme porta aberta. A partir daí, acho que controlei a corrida da maneira perfeita”, disse Dovizioso. “Não forcei ao máximo, não usei demais do pneu traseiro e isso me deu a possibilidade de ser consistente até a última volta. Os competidores baixaram o ritmo volta a volta, então fiquei feliz com isso”, seguiu.
 
“Na MotoGP, ganhar muitas posições é muito, muito difícil, então estou bem feliz, já que é importante para nós voltar ao pódio depois das duas últimas corridas, porque em Silverstone nós tivemos a chance de lutar pela vitória, mas eu não consegui e, a segunda corrida, em Misano, foi muito ruim e nós tivemos dificuldades desde o teste”, comentou. “Estou bem feliz. O campeonato está pior em relação ao Márquez, já que ele ganhou, mas é melhor em relação ao terceiro, então fico feliz”, insistiu.
 
Com 98 pontos de atraso para Márquez na classificação do Mundial, Andrea sabe que pouco adianta focar nessa briga. Assim, o #4 agora quer proteger a vice-liderança. 
 
No MotorLand, o italiano abriu 46 pontos de frente para Álex Rins, o terceiro colocado na tabela, enquanto Danilo Petrucci bem em quarto, com um ponto a menos que o titular da Suzuki.
 
“Não chequei o ritmo, mas acho que Rins era muito rápido e eu esperava que ele fosse realmente forte na corrida”, avaliou Dovi. “Acho que ele vai tentar até o final, em Valência, então temos de ficar focados e seguir no pódio”, concluiu.
 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.