Dovizioso vê surpresa geral com disputa pelo título da MotoGP: “Pensavam que eu não estava no nível dos melhores”

Andrea Dovizioso avaliou que as pessoas se surpreendem com sua presença na luta pelo título, pois não acreditavam que ele estava no mesmo nível dos melhores da MotoGP. Italiano avaliou que segue pilotando como sempre, mas agora encara a vida e o fim de semana de corrida de uma maneira diferente

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Segundo colocado na classificação do Mundial de MotoGP, Andrea Dovizioso avaliou que as pessoas estão “em pânico” ao vê-lo na disputa pelo título, pois acreditavam que ele “não estava no nível dos melhores”.
 
Com quatro vitórias na temporada 2017, Dovizioso ocupa a segunda colocação na classificação, 16 pontos atrás do líder Marc Márquez.
 
Questionado pela revista inglesa Autosport se a performance atual foi uma surpresa, Dovizioso respondeu: “Digamos que me surpreendeu, mas não tanto”.
Andrea Dovizioso avaliou que segue pilotando da mesma forma de sempre (Foto: Ducati)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

“Mas é normal, já que não era o centro das atenções e não tinha vencido muitas corridas. Minhas corridas não eram para serem analisadas e muitas outras coisas passaram despercebidas pelo resto das pessoas”, disse. “Agora eu venci quarto vezes e todo mundo está em pânico. Mas eu estou pilotando como sempre, com a mesma mentalidade e a mesma estratégia de antes. A diferença é que agora eu encaro a vida e o fim de semana de corrida de uma maneira melhor”, apontou.
 
“Agora eu entendo melhor alguns aspectos, pequenos detalhes que são uma influência importante”, contou. “Se meu ano é surpreendente, é porque a maioria das pessoas pensou que eu não estava no nível dos melhores, quando, na verdade, nunca estive muito longe deles. Agora, com essas mudanças, eu me coloquei no mesmo nível”, frisou.
 
Aos 31 anos, Dovizioso acredita que o fato de ter se mantido à frente de Jorge Lorenzo ao longo de todo o ano o ajudou a fortalecer sua reputação, já que a capacidade do espanhol é conhecida pelos anos de Yamaha.
 
“A chegada de Jorge confirmou alguns aspectos da moto que eu sempre falei, mas algumas pessoas dentro do time não viam claramente”, comentou. “A chegada dele fez todo mundo perceber qual a realidade da moto. E isso, obviamente, aumentou meu valor como piloto”, concluiu.
 
STROLL RACING?

WILLIAMS PARECE SE DOBRAR ÀS VONTADES DE UM MAGNATA. O QUE É TRISTE

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube