Dunlop renova contrato e segue como fornecedora única dos pneus de Moto3 e Moto2 até temporada 2020

A organização do Mundial de Motovelocidade anunciou que renovou por mais três anos o contrato da Dunlop como fornecedora única dos pneus de Moto3 e Moto2. Assim, a marca britânica segue continua nas classes menores pelo menos até 2020

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Moto3 e Moto2 já têm seus calçados definidos até 2020. A organização do Mundial de Motovelocidade anunciou no último dia 29 a renovação do contrato da Dunlop por mais três temporadas.
 
A Dunlop é fornecedora única de Moto3 e Moto2 desde 2010 e 2012, quando as categorias foram introduzidas como substitutas de 125cc e 250cc, respectivamente. Antes disso, a marca inglesa conquistou 17 mundiais nas 250cc.
Dunlop seguirá fornecendo os pneus de Moto3 e Moto2 (Foto: Marc VDS)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Além de continuar fornecendo os pneus, a Dunlop também vai dar sequência ao desafio #ForeverForward, que premia o piloto que mais faz ultrapassagens aos longo do ano nas classes menores. Em 2017, o vencedor foi o italiano Andrea Migno, da Moto3.
 
“Nós estamos orgulhosos por continuar nossa longa e bem sucedida parceria com a Dorna na Moto2 e na Moto3”, disse Xavier Fraipont, diretor da Dunlop Motorcycle. “Nós estamos constantemente avançando e trazendo novas tecnologias ao esporte. De fato, introduzimos uma nova especificação do pneu da Moto2 em Valência para a última etapa da temporada 2017 e ele foi escolhido pelo vencedor da corrida, Miguel Oliveira”, seguiu.
 
Pau Serracanta, diretor-comercial da Dorna Sport, comemorou a permanência da Dunlop e classificou como “perfeita” a colaboração entre as duas empresas.
 
“É uma honra para nós contar com a Dunlop como uma de nossas colaboradoras de longo prazo”, afirmou Serracanta. “Os pneus são um dos pilares nas competições mundiais, e a Dunlop é o colaboradora perfeita para Moto2 e Moto3, já que as duas categorias seguem oferecendo algumas das melhores corridas e batalhas do planeta”, continuou.
 
“Mais três temporadas correndo juntos é motivo de celebração para todos os envolvidos”, concluiu.
 
FIM DE UMA GERAÇÃO

GIAFFONE: “BRASIL TEVE SORTE POR TER PILOTOS POR TANTO TEMPO NA F1”

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube