Em evento da Audi em Munique, Ducati apresenta programa esportivo para temporada 2014 da MotoGP

Em um evento da Audi, realizado nesta segunda-feira (10) em Munque, a Ducati apresentou seu programa esportivo para a temporada 2014 da MotoGP e os detalhes técnicos da Desmosedici GP14

A Ducati apresentou nesta segunda-feira (10), durante um evento da Audi, realizado no Aeroporto de Munique, na Alemanha, seu programa esportivo para a temporada 2014 da MotoGP. Além de Andrea Dovizioso e Cal Crutchlow, o encontro contou com a presença de Claudio Domenicali, diretor-executivo da Ducati Motor Holding, Gigi Dall’Igna, diretor-geral da Ducati Corse, Paolo Ciabatti, diretor-esportivo da Ducati Corse e Ulrich Hackenberg, membro da cúpula da Audi para Desenvolvimento Técnico. 
 
Apesar do evento, ainda não foi desta vez que a Ducati apresentou as novas cores da Desmosedici. O layout da nova moto será exibido ainda nesta segunda, em um evento que será realizado em uma instalação da Audi, em Ingolstadt, antes da coletiva de imprensa anual da marca alemã, que acontece na terça-feira.
Ducati apresentou projeto esportivo em evento com a Audi (Foto: Ducati)
Em uma tentativa de tentar reduzir o atraso em relação aos protótipos de Honda e Yamaha, a Ducati decidiu competir dentro do regulamento Open em 2014, o que permite que a fábrica siga desenvolvendo o motor.
 
“Como disse recentemente, na MotoGP nós também queremos reencontrar aqueles valores que nos levaram a obter sucesso no passado”, disse Domenicali. “Nós estamos prontos para a nova temporada da MotoGP, fortemente convencidos de que o entusiasmo, a paixão e a competência técnica do nosso time, junto com o suporte dos nossos patrocinadores e parceiros e todos os nossos ‘tifosi’, vão nos permitir encarar este desafio com motivação”, continuou. 
 
“Cal e Andrea são pilotos muito talentosos, e Luigi Dall’Igna certamente será capaz de gerir os recursos disponíveis da melhor maneira possível”, ponderou. “As novas decisões técnicas e esportivas que a companhia tomou nos permitirão competir mais uma vez com o espírito que sempre caracterizou as mulheres e homens que trabalham na Ducati, capazes de produzir motos dos sonhos que são pioneiras em tecnologia e design”, completou. 
 
Gigi Dall’Igna, que deixou o comando do projeto da Aprilia no Mundial de Superbike para assumir a Ducati na MotoGP, destacou que este é o maior desafio de sua carreira e frisou que o desenvolvimento da moto segue sendo a prioridade.
 
“Trabalhar na Ducati é, provavelmente, o desafio mais importante da minha vida: trabalhar na MotoGP como diretor-geral de uma das mais famosas e prestigiadas fábricas no mundo – a Ducati – é uma conquista importante, mas também uma grande responsabilidade”, ponderou. “Estou muito orgulhoso da escolha que fiz e muito motivado pelos resultados dos testes de Sepang e Phillip Island. No momento, a coisa mais importante é continuar com o desenvolvimento da moto, e as escolhas que fizemos vai nos permirtir seguir em frente e melhorar”, considerou. 
 
“Nós estamos satisfeitos com os tempos de volta nos últimos testes, mas também com a consistência dos tempos, que são apoiados nos comentários dos pilotos”, declarou. “A Ducati reduziu significativamente a distância para os rivais e nós estamos confiantes de que podemos dar mais passos à frente ao longo da temporada”, completou. 
Ducati vai obedecer ao regulamento Open em 2014 (Foto: Ducati)
Diretor-esportivo da Ducati Corse, Ciabatti avaliou que as mudanças feitas na estrutura da fábrica de Borgo Panigale já deu seus primeiros resultados. 
 
“Depois de três temporadas difíceis, sem nenhum resultado significante, as mudanças que fizemos na organização para esta temporada estão produzindo seus primeiros efeitos”, comentou Paolo. “Todo o time Ducati está motivado e unido, e os resultados encorajadores que obtivemos nos últimos testes nos dão esperança para o campeonato que está para começar”, seguiu. 
 
“Nós sabemos que ainda temos que trabalhar muito para reduzir a distância que nos separa dos ponteiros, mas estamos convencidos de que tomamos a decisão certa e, por isso, estamos otimistas”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube