Em prova reduzida, Zarco caça Rabat na Holanda e vence pela 3ª vez na temporada 2015 da Moto2. Lowes volta ao pódio

Tito Rabat trabalhou duro para assumir a liderança, mas foi caçado por Johann Zarco, que chegou ao terceiro triunfo na temporada 2015 da Moto2. Depois de quatro provas de ausência, Sam Lowes voltou ao pódio

A cobertura completa do GP da Holanda no GRANDE PRÊMIO

Johann Zarco defendeu com unhas e dentes sua vantagem na liderança do Mundial. Neste sábado (27), o francês desfilou um ritmo forte na Holanda para garantir seu terceiro triunfo na temporada 2015 da Moto2.
 
Em uma prova reduzida por conta de uma bandeira vermelha, foi Jonas Folger quem tomou a ponta logo na largada. Perseguido por Tito Rabat, o germânico acabou perdendo a liderança, mas a alegria do piloto da Marc VDS durou pouco.
Johann Zarco venceu a terceira em 2015 (Foto: Ajo)
A classificação do Mundial de Moto2 após o GP da Holanda

Vendo o principal rival na luta pelo título na frente, Zarco se transformou em caçador e tratou de descontar a vantagem do rival rapidamente. Do jeito que chegou, o piloto da Ajo passou e impediu qualquer tentativa de reação do rival.

Mostrando bom ritmo na tarde final da prova, Sam Lowes pulou para o terceiro posto e começou a tentar reduzir a diferença. Apesar do esforço, o piloto da Speed Up não chegou e completou a prova com 1s323 de atraso para Rabat.
 
Álex Rins se defendeu da pressão de Tom Lüthi e conseguiu escapar do suíço para receber a bandeirada em quarto. Xavier Siméon ficou com o sexto posto.
 
Depois de um início de prova espetacular, Folger sucumbiu e acabou na sétima colocação, à frente de Mika Kallio, que venceu uma disputa com Álex Márquez. Simone Corsi fecha a lista dos dez primeiros.
 
Após a vitória, Zarco partiu para sua tradicional comemoração, mas, desta vez, com um toquinho holandês. O #5 parou na área de escape da pista de Assen, trocou as botas por um par dos tradicionais tamancos da Holanda, subiu em uma barreira de pneus e executou um salto mortal. 
Com o resultado, Zarco chegou aos 159 pontos e abriu 45 de vantagem para Rabat na liderança do Mundial. Lowes, Lüthi e Rins completam o top-5.
 
Saiba como foi o GP da Holanda de Moto2:
 
Apesar das muitas nuvens no céu, a chuva não apareceu em Assen no início da tarde de sábado. No momento da largada da Moto2, a temperatura estava em 21°C, com a pista chegando aos 26°C. A velocidade dos ventos era de 13 km/h.
 
Pela terceira vez no ano, Johann Zarco tinha a pole-position, desta vez, seguido por Tito Rabat, que nunca foi ao pódio da Catedral. Sam Lowes fecha a primeira fila.
 
Neste fim de semana, os pilotos podiam eleger entre os compostos Dunlop dianteiros macios ‘1’ e médios ‘2’, e traseiros médios ‘2’ e duros ‘3’, mas todos optaram por uma combinação de pneus médios.
 
Na largada, Tito Rabat tomou a ponta, com Jonas Folger saltando para o segundo posto, à frente de Simone Corsi, Xavier Siméon e Sam Lowes.
Tito Rabat ficou com o segundo posto(Foto: Marc VDS)
Ainda nos primeiros metros, Luis Salom sofreu uma queda e a Kalex da Pons pegou fogo quando já estava na área de escape nas mãos dos fiscais. O acidente do #39 foi iniciado por Marcel Schrotter, que acabou tocando em Anthony West, que, por sua vez, deixou Luis sem ter para onde ir.
 
Pouco depois, Zarco passou Folger e assumiu a segunda colocação, 0s090 atrás de Rabat. Antes mesmo de a primeira volta ser completada, a direção de prova interrompeu a corrida em bandeira vermelha por conta das condições de pista, já que havia óleo na pista na curva um. Por conta da paralisação, a direção de prova reduziu a distância da prova de 24 para 16 voltas.
A limpeza da pista foi concluída rapidamente e os pilotos logo retomaram suas posições originais no grid. Acidentado no início da disputa, Luis Salom não estava no grid. O espanhol foi levado para o centro médico se queixando de dores no pé.
 
Na nova largada, Folger novamente fez uma ótima saída e assumiu a ponta, à frente de Rabat, Siméon, Zarco, Lüthi, Lowes e Rins.
 
O líder do Mundial não tardou em começar a escalada e passou Siméon para assumir o terceiro posto. Lowes fez o mesmo, passando Lüthi para chegar à quinta colocação.
 
Após uma bela largada, Folger começou a executar um plano de fula e ainda no primeiro giro tinha 0s842 de vantagem para Rabat, que seguia no segundo posto. Zarco era terceiro, com Siméon se defendendo da pressão de Lowes.
 
Com a prova menor, os pilotos não precisavam se preocupar com o desgaste de pneus, então podiam imprimir um ritmo fortíssimo. Sozinho na ponta, Folger logo cravou a melhor volta da disputa – 1min38s029.
 
Enquanto Rabat se empenhava em tentar alcançar o ponteiro, Zarco se aproximava do piloto da Marc VDS. Mais atrás, Rins passou Lüthi e se instalou em sexto, atrás de Lowes.
 
Zarco partiu para o ataque e assumiu a segunda colocação na Geert Timmer Bocht, mas levou o troco pouco depois. O piloto da Ajo seguiu insistindo, mas nem um toque foi capaz de tirar o #1 da frente.
 
Assim, Siméon entrou na brincadeira e passou Johann, que atacou na curva um para recuperar o terceiro posto. 
Jonas Folger durante GP da Holanda da Moto2 (Foto: Reprodução/Twitter)
Com cinco voltas, a vantagem de Folger caiu vertiginosamente, permitindo que Tito, que rodava bem mais rápido, entrasse na briga pela vitória. Zarco, por sua vez, tinha 0s771 de atraso. Lowes conseguiu passar Siméon e assumiu o quarto posto.
 
Na quinta volta, Rabat virou em 1min37s449, registrando uma nova melhor volta para o GP da Holanda. Atrás, Zarco vinha reduzindo o atraso para Rabat, mas também tinha Lowes tentando chegar. 
 
No fim da sétima volta, Rabat passou Folger e assumiu a ponta, imediatamente abrindo vantagem. Vendo o principal rival na luta pelo título na ponta, Zarco aumentou pressão para passar Folger, mas o germânico é osso duro de roer. Atrás, Lowes inha animado para entrar na briga.
 
Teimoso, Zarco passou por dentro na Geert Timmer Bocht e aí começou a tentar reduzir a margem de Rabat. Folger, por sua vez, ia se defender de Lowes.
 
Pouco depois, a mesma Geert Timmer viu Lowes passar Folger na clássica manobra de Assen. Na décima volta, Zarco tinha 0s373 de atraso para Rabat e 0s730 de vantagem para Sam.
 
Mais atrás, Rins vinha em quinto, seguido por Lüthi e Siméon. Márquez era o oitavo, com Kallio e Corsi fechando o top-10.
 
Tito conseguiu aumentar ligeiramente a vantagem para Zarco, mas o francês vinha virando mais rápido para tentar reduzir a diferença. 
 
Na 12ª volta, Anthony West e Lorenzo Baldassarri caíram na curva um enquanto brigavam pelo 12º lugar. Nenhum dos dois se feriu com gravidade.
 
Na ponta, Zarco ia chegando, prometendo levar a disputa para a última volta. Mais atrás, Rins passou Folger para assumir o quarto posto. 
 
Do jeito que chegou, Zarco passou Rabat, empurrando o espanhol para fora da linha na curva quatro, o que o permitiu abrir uma ligeira diferença de imediato. Mais atrás, Lowes mostrava um ritmo mais forte, também se aproximando da briga.
 
Mais atrás, Folger perdeu mais uma posição, desta vez para Tom Lüthi, que passou na De Bult para assumir a quinta colocação. Pouco depois, Siméon também passou o titular da Argiñano & Ginés.
 

#GALERIA(5362)

Moto2, GP da Holanda, Assen, Final:

1 5 JOHANN ZARCO FRA AJO Kalex 26:13.410 16 voltas
2 1 ESTEVE RABAT ESP MARC VDS Kalex +0.757  
3 22 SAM LOWES ING SPEED UP +2.080  
4 40 ÁLEX RINS ESP PONS Kalex +3.738  
5 12 THOMAS LÜTHI SUI INTERWETTEN Kalex +4.530  
6 19 XAVIER SIMÉON BEL GRESINI Kalex +5.045  
7 94 JONAS FOLGER ALE ARGIÑANO & GINÉS Kalex +6.140  
8 36 MIKA KALLIO FIN ITALTRANS Kalex +8.105  
9 73 ÁLEX MÁRQUEZ ESP MARC VDS Kalex +8.376  
10 3 SIMONE CORSI ITA FORWARD Kalex +9.670  
11 60 JULIÁN SIMÓN ESP QMMF Speed Up +11.749  
12 77 DOMINIQUE AEGERTER SUI INTERWETTEN Kalex +17.537  
13 30 TAKAAKI NAKAGAMI JAP TEAM TADY Kalex +18.104  
14 4 RANDY KRUMMENACHER SUI JIR KALEX +20.468  
15 55 HAFIZH SYAHRIN MAS RACELINE Kalex +20.894  
16 25 AZLAN SHAH MAS TEAM TADY Kalex +22.405  
17 11 SANDRO CORTESE ALE INTACT Kalex +22.930  
18 23 MARCEL SCHROTTER ALE TECH3 Mistral 610 +25.663  
19 21 FRANCO MORBIDELLI ITA ITALTRANS Kalex +30.931  
20 70 ROBIN MULHAUSER SUI INTERWETTEN Kalex +35.014  
21 2 JESKO RAFFIN SUI SAG Kalex +35.289  
22 49 AXEL PONS ESP ARGIÑANO & GINÉS Kalex +44.794  
23 10 THITIPONG WAROKORN TAI SAG Kalex +47.633  
24 15 RATTHAPARK WILAIROT MAL JPMOTO MALAYSIA Suter +54.049  
25 13 JASPER IWEMA HOL ABBINK Speed Up +1:10.079  
26 7 LORENZO BALDASSARRI ITA FORWARD Kalex NC  
27 95 ANTHONY WEST AUS QMMF Speed Up NC  
28 96 LOUIS ROSSI FRA TASCA Tech3 NC  
29 88 RICKY CARDÚS ESP TECH3 Mistral 610 NC  
30 66 FLORIAN ALT ALE IODA Suter NC  
31 39 LUIS SALOM ESP PONS Kalex NL  

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube