Em recuperação após fraturas, Rossi vai testar forma em Misano para avaliar retorno já no GP de Aragão

De acordo com o jornal ‘La Gazzetta dello Sport’, Valentino Rossi vai testar em Misano a bordo de uma R6 na terça-feira para verificar sua condição física para um eventual retorno já no GP de Aragão. Italiano fraturou tíbia e fíbula da perna direita em um acidente no último dia 31 de agosto

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Valentino Rossi ainda não desistiu de antecipar seu retorno à MotoGP. Mesmo com Michael van der Mark escalado para formar dupla com Maverick Viñales na Yamaha, o #46 vai testar sua forma física para tentar voltar às pistas já em Aragão. A informação é do jornal italiano ‘La Gazzetta dello Sport’.
 
De acordo com a publicação, Rossi vai testar em Misano na terça-feira a bordo de uma YZF-R6 para verificar sua condição física e, eventualmente, antecipar sua volta às competições, que estava prevista apenas para o GP do Japão.
Valentino Rossi fraturou a perna direita em um acidente de enduro (Foto: Reprodução)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

 
A previsão inicial dos médicos era de que Rossi precisasse de 40 dias para se recuperar ― mesmo tempo necessário para a fratura exposta de 2010 ―, o que significaria perder as etapas de Misano e do MotorLand. O multicampeão, entretanto, sempre falou em fazer todo o possível para antecipar sua volta.
 
Segundo o jornal italiano, a recuperação de Rossi está correndo bastante bem, o que possibilitaria este retorno antecipado.
 
Caso se sinta bem no teste com a R6, Valentino poderá testar a M1 no MotorLand para ver se consegue correr. Entretanto, Rossi terá de passar por uma prova física antes de subir no protótipo 1000cc.
 
O Código Médico da MotoGP estabelece que pilotos com lesões nos membros inferiores, como é o caso do #46, sejam submetidos a um teste antes de poderem retornar à pista. Nesta prova física, Valentino terá de comprovar ter mobilidade equivalente ou superior a 50% da amplitude articular fisiológica do quadril ou do joelho, conseguir ficar em um pé só ― direito e esquerdo ― por pelo menos 5s, cobrir 20 metros em até 15s sem ajuda e subir dez degraus em até 20s. 
 
MÁRQUEZ COZINHA PETRUCCI E DEMONSTRA QUE SOBRA NA MOTOGP

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube