Erro na freada da curva um, escorregada e inclinação de 64°: o raio-x da salvada campeã de Márquez em Valência

Dados da telemetria da RC213V mostram que Marc Márquez errou a freada na curva um de Valência por 30 metros, viu a frente da moto escorregar por 50 metros e, mesmo alcançando uma inclinação de 64°, conseguiu evitar o tombo para garantir o tetracampeonato

Agora, então, a ordem no pelotão era a liderança de Zarco, com Pedrosa em segundo. Só que, quando Lorenzo vinha em terceiro, acabou sofrendo uma queda. Logo em seguida, Dovizioso acabou escapando da pista e também caiu. Ali acabava definitivamente o campeonato.

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

O GP da Comunidade Valenciana de 2017 vai entrar para a história do Mundial de Motovelocidade. Talvez não pela qualidade da corrida em si ― que não foi a mais empolgante da temporada ―, mas certamente pela ‘salvada’ memorável de Marc Márquez.

 
Então líder do Mundial, Márquez corria pelo título contra Andrea Dovizioso, mas, na 23ª das 30 voltas da corrida em Valência, levou um belo de um susto na curva um do circuito Ricardo Tormo. O #93 chegou a escapar da pista e cair para o quinto posto, mas aproveitou a queda de Jorge Lorenzo e do #4 para conquistar o tetracampeonato da MotoGP com um terceiro posto em Valência.
 
Nesta terça-feira (21), a Repsol, patrocinadora principal da equipe oficial da Honda, divulgou os detalhes daquilo que Márquez classificou como uma ‘meia queda’, com dados obtidos pela telemetria da RC213V.
Marc Márquez conseguiu uma impressionante salvada em Valência (Foto: Reprodução)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

De acordo com as informações divulgadas pela empresa espanhola, Márquez freou 30 metros mais tarde do que o normal no fim da reta principal. O #93, então, entrou na curva um a 153 km/h, em terceira marcha. Ao perder a frente do protótipo nipônico, Marc viu a roda dianteira escorregar por mais de 50 metros, chegando a uma inclinação de 64°. 
 
“Quando cheguei à curva, vi que entrei rápido demais, mas pensei: ‘Vou frear e entrar’”, contou Marc. “Mas aí, boom! Apoiei o meu peso no meu cotovelo! Eu usei meu cotovelo e meu joelho como uma alavanca e acho que com isso, e com a ajuda dos fãs, consegui levantar a moto”, explicou.
 
Esta, porém, não foi a primeira vez que o jovem tetracampeão desafiou as leis da física. Em 2014, em um teste realizado em Brno após o GP da República Tcheca, Márquez alcançou uma inclinação de 68°. No GP da Malásia deste ano, Marc voltou a executar uma de suas tradicionais salvadas, desta vez na curva um de Sepang. De volta à pista após a conquista do título, o #93 voltou a desafiar física ao evitar um tombo no primeiro dia de testes em Valência.
 
Embora reconhecido por suas salvadas milagrosas, Márquez teve uma temporada de muitas quedas, atingindo um total de 27, atrás apenas de Sam Lowes e Jorge Navarro, os dois que mais caíram na temporada 2017 do Mundial.
 

#GALERIA(7236)

MELHOR DE 2017

COM TÍTULO EM TEMPORADA DIFÍCIL, MÁRQUEZ É PILOTO DO ANO

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube