FOTO: Com chuva, MotoGP reúne seis pilotos em primeiro teste no KymiRing

Mika Kallio, Bradley Smith, Michele Pirro, Sylvain Guitoli, Stefan Bradl e Jonas Folger se reuniram na Finlândia nesta segunda-feira (19) para o primeiro teste no KymiRing. As condições, porém, estavam longe das ideais

A Finlândia voltou a ouvir o som de protótipos da MotoGP pela primeira vez desde 1982. Nesta segunda-feira (19), pilotos de testes das seis fábricas que compõem o grid da classe rainha do Mundial de Motovelocidade fizeram o primeiro teste no KymiRing.
 
Apesar de ser apenas um teste, o público se fez presente e ocupou as arquibancas do circuito que ainda está em construção. O clima, no entanto, ajudou pouco e a pista permaneceu molhada ao longo de todo o dia.
Mika Kallio foi o primeiro a rodar no KymiRing (Foto: Divulgação)
Paddockast #29
ONE HIT WONDERS DO ESPORTE A MOTOR

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Representante da KTM, o local Mika Kallio foi quem teve a honra de estrear a pista, rodando com o chassi mais recente da RC16. Bradley Smith entrou na pista na sequência e foi o primeiro a rodar abaixo da marca de 2min no traçado finlandês.
 
Michele Pirro e Stefan Bradl entraram na ‘brincadeira’ na sequência, com o germânico, que estava trabalhando com o chassi reforçado de carbono da Honda, registrando a primeira queda da MotoGP no KymiRing. 
 
Funcionários de Suzuki e Yamaha, Sylvain Guintoli e Jonas Folger foram os últimos dois a provar a pista nesta segunda-feira.
 
O teste no KymiRing continua na terça-feira. O GP da Finlândia deve voltar ao calendário da MotoGP em 2020, mas ainda sem data definida. 
Michele Pirro (Foto: Divulgação/MotoGP)
Sylvain Guintoli (Foto: Divulgação/MotoGP)
Jonas Folger (Foto: Divulgação/MotoGP)
Stefan Bradl (Foto: Divulgação/MotoGP)
Bradley Smith (Foto: Divulgação/MotoGP)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar