García aparece no fim e ponteia terceiro treino da Moto3 na Áustria. Arenas é 5º

Tony Arbolino tratou de anotar o melhor tempo do fim de semana, mas sua volta foi cancelada por ter sido em bandeira amarela. Com isso, García fechou na frente, seguido por Raúl Fernández e Celestino Vietti

Sergio García terminou como o mais rápido do terceiro treino livre da Moto3 na Áustria. Neste sábado (22), com o tempo de 1min36055 marcado na bandeira quadriculada, tratou de anotar a melhor da atividade.

Celestino Vietti era quem vinha absoluto desde as primeiras atividades no Red Bull Ring. Com 1min35s997, o italiano era quem sustentava o tempo a ser batido no fim de semana. No TL3, era também quem liderava.

Entretanto, com a bandeira quadriculada em Spielberg, as posições começaram a mudar. Com 1min35s767, Tony Arbolino se colocou em primeiro de forma absoluta, batendo o recorde do circuito e sendo o mais rápido do fim de semana. Entretanto, por ter virado com bandeira amarela, sua marca foi cancelada.

Com isso, García foi quem saltou para a primeira colocação como o mais rápido da manhã. Quem acompanhou o espanhol foi Raúl Fernández, o segundo, com Vietti completando o top-3. Albert Arenas, líder da classificação, terminou em quanto.

García herdou a ponta com o tempo cancelado de Arbolino (Foto: Reprodução)

Saiba como foi o treino livre 3 da Moto3 na Áustria

A Moto3 abriu as atividades do sábado em Spielberg. No momento do terceiro treino livre, o termômetro anotava 24ºC, com o asfalto batendo 33ºC. A umidade chegada a 69% e o vento soprava a 2 km/h.

Raúl Fernández mais uma vez se abriu as atividades da menor classe do Mundial no Red Bull Ring. Com 1min36s691, o espanhol foi o primeiro a pontear a sessão, com Jaume Masià 0s349 mais lento na segunda colocação. Ai Ogura fechava o top-3.

Já nas sessões combinadas, Celestino Vietti ainda seguia absoluto como o último piloto na casa de 1min35s997. Albert Arenas, líder da classificação, vinha sem segundo, com Tatsuki Suzuki, Fernández e Gabriel Rodrigo selando os cinco primeiros.

Com 21 minutos para a bandeira quadriculada, a maior parte do pelotão estava nos boxes. Na tabela, Deniz Öncü era o piloto que mais rodou na sessão, fazendo dez giros e aparecendo em 12º com 1min37s157.

Com o andar da sessão, os tempos iam caindo cada vez mais. John McPhee era o novo líder com 1min36s200, seguido por Vietti e Tony Arbolino completando o top-3. Mas logo a ordem mudou, com o italiano da VR46 saltando para a ponta com marca 0s050 mais rápida que a do escocês.

A atividade se dirigia para a fase final e com os tempos combinados, os competidores que iam para o Q2 da classificação eram Celestino, Arenas, McPhee, Rodrigo, Arbolino, Filip Salac, Fernández, Suzuki, Jeremy Alcoba, Ogura, Kaito Toba, Masià, öncü e Dennis Foggia.

Os minutos finais reservaram as últimas voltas de ataque dos pilotos. O tempo a ser batido era de Vietti com 1min36s150 no terceiro treino e 1min35s997 nas atividades combinadas.

Com bandeira quadriculada, as posições da tabela mudaram completamente. Arbolino tratou de marcar 1min35s767 para liderar não apenas a sessão, mas para bater também o melhor tempo do fim de semana da Moto3. Sergio García veio em segundo 0s288 mais lento, com Masià completando os cinco mais rápidos.

Entretanto, o tempo do italiano foi deletado por ter sido marcado na bandeira amarela, com García herdando a primeira colocação.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube