Governo espanhol declara GP de Valência evento de “alto risco” e pilotos enviam mensagem de paz à torcida

A Comissão Antiviolência da Espanha se reuniu em Madri na quinta-feira (5) e declarou o GP da Comunidade Valenciana como um evento de alto risco. Envolvidos no imbróglio dos últimos dias, Valentino Rossi, Marc Márquez e Jorge Lorenzo enviaram uma mensagem de paz à torcida

A crescente tensão na MotoGP levou o governo da Espanha a classificar o GP da Comunidade Valenciana como um “evento de alto risco”. A prova de domingo no circuito Ricardo Tormo vai definir os títulos da classe rainha e da Moto3.
 
Na quinta-feira (5), a Comissão Antiviolência espanhola, que tem por objetivo prevenir a violência atrelada ao esporte, se reuniu em Madri e decidiu elevar o alerta em relação à prova deste fim de semana.
 
A preocupação é que o incidente envolvendo Valentino Rossi e Marc Márquez no GP da Malásia e a postura de Jorge Lorenzo acabem influenciando os fãs. Todos os ingressos para a corrida foram vendidos com um mês de antecedência e os organizadores da prova esperam 110 mil pessoas no domingo.
A cobertura completa do GP da Comunidade Valenciana no GRANDE PRÊMIO
Valentino Rossi espera ver a tranquilidade de sempre em Valência (Foto: Divulgação/MotoGP)
Por conta do risco, os organizadores consideram a possibilidade de elevar a segurança, trazendo cães e adotando outras medidas para conter a violência. Frente ao temor de que a tensão possa ultrapassar os limites da pista, os pilotos se encarregaram de transmitir uma mensagem de paz aos torcedores.
 
 Líder do Mundial, Valentino disse esperar que o GP da Comunidade Valenciana transcorra no mesmo bom clima que sempre marcou a última etapa da temporada.
 
“Acho, e espero, que tudo possa correr normalmente, como um fim de semana de corrida normal”, disse Rossi. “Valência é sempre um grande fim de semana, porque é a última corrida e algumas vezes decide também o campeonato”, seguiu. 
 
“Tem também muitas, muitas pessoas de qualquer forma, talvez neste caso ainda mais, mas espero que tudo permaneça calmo, e que nós possamos ter um grande apoio dos fãs ao redor da pista sem nenhum problema”, completou.
Marc Márquez pediu que os torcedores aproveitem o show (Foto: Divulgação/MotoGP)
Correndo em casa, Márquez lembrou que muitas famílias estarão no circuito e é importante que as pessoas possam aproveitar a corrida.
 
“O que eu digo para os espectadores é que, com certeza eles amam a MotoGP como eu”, começou Marc. “Me lembro de quando eu era criança e vinha ao circuito para curtir o show das motos e a corrida de Valência é sempre especial para a MotoGP”, recordou.
 
“O que eles precisam fazer é curtir o show. Nós sabemos que alguns vão torcer pelo Valentino, alguns pelo Jorge, por Dani, por mim e por outros pilotos, mas, no fim, todos estão aqui para ver as motos, para ver os show e o mais importante é aproveitar o fim de semana”, defendeu.
 
 Também metido no rolo dos últimos dias, Lorenzo disse que os pilotos não deram um bom exemplo e se desculpou. 
 
"Não foi um exemplo para o mundo esportivo, especialmente para os jovens que prestam a atenção na MotoGP em todo o mundo”, reconheceu. “E eu lamento muito que tenha acontecido", falou.
 
Chefe da Honda, Livio Suppo disse que a MotoGP tem um ambiente diferente do futebol, onde as pessoas estão acostumadas a ver estádios cercados por policiais, e sublinhou que ninguém quer ver essa atmosfera no Mundial.
Jorge Lorenzo reconheceu que os pilotos não deram um bom exemplo  (Foto: Divulgação/MotoGP)
“Em outros esportes, infelizmente para eles, eles estão acostumados a enfrentar essas situações criticas”, comentou Suppo. “Eu não gosto de futebol, mas em alguns jogos de futebol tem centenas de policiais ao redor do estádio, porque é perigoso. Para nós, isso é inacreditável, porque ‘Deus, isso nunca vai acontecer aqui’”, continuou.
 
“Mas nós queremos manter a situação a mais calma possível. Nós não queremos que as pessoas fiquem ainda mais desapontadas”, declarou. “No fim, temos sorte de vivermos em um mundo onde os fãs são simplesmente fãs de todos os pilotos. Todos os pilotos são grandes heróis, todos os pilotos arriscam a vida e todos os pilotos merecem respeito. Isso sempre foi assim. No momento, parece que nós perdemos essa coisa muito importante”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube