GUIA 2020: No ritmo da F1, Aprilia prepara revolução. Será o suficiente?

Agora com Massimo Rivola no comando, a Aprilia revirou do avesso da RS-GP e apresentou uma moto diferente para a temporada 2020. Tradicional líder do time, Aleix Espargaró mostrou animação com a nova moto, mas resta saber se o trabalho feito em Noale será o suficiente

ENQUANTO HONDA, YAMAHA, DUCATI, SUZUKI E KTM TRATARAM DE EVOLUIR SEUS PROTÓTIPOS PARA A TEMPORADA 2020 DA MOTOGP, a Aprilia seguiu um caminho diferente. Apenas discreta desde que voltou à classe rainha do Mundial de Motovelocidade, em 2015, a casa de Noale viroi a RS-GP do avesso para tentar ser competitiva.

O primeiro passo dessa reforma total veio com a contratação de Massimo Rivola. Vindo da Fórmula 1, o diretor-executivo chegou ao time no ano passado, mas sem tempo para fazer grandes mudanças: afinal, o italiano precisava não só se ambientar na Aprilia, mas também conhecer a própria MotoGP.

MotoGP 2020 San Marino Misano Teste Aprilia Aleix Espargaró
Aleix Espargaró ficou bem satisfeito com a moto da Aprilia (Foto: Aprilia)
Paddockast #69 | Papo com Felipe Drugovich
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

A chegada de Rivola, porém, livrou Romano Albesiano de parte da carga de trabalho e, assim, o diretor-técnico pôde focar apenas na moto, sem ter de se preocupar com outras questões relativas à equipe. Livre da burocracia, o engenheiro conseguiu, enfim, focar no desempenho da moto.

Rivola, então, tratou de buscar reforços: dentro e fora da MotoGP. A F1, aliás, também ‘forneceu’ funcionários para esse ‘extreme makeover’ da Aprilia. E, mais do que isso, Massimo conseguiu recursos do Grupo Piaggio para injetar no projeto.

Com mais recursos humanos e financeiros, a Aprilia conseguiu preparar uma RS-GP mais forte para a temporada 2020. A moto deste ano ganhou elogios de Aleix Espargaró desde o shakedown e o catalão não economizou na animação toda vez que teve de falar de seu protótipo.

Depois dos testes na Malásia, por exemplo, Aleix falou até em brigar pelo pódio. O irmão de Pol celebrou a melhora no ritmo de corrida e considerou que conta com uma moto melhor nos mais variados aspectos. A animação foi tamanha que o #41 já renovou contrato com a equipe italiana por mais dois anos.

A principal preocupação, porém, diz respeito à confiabilidade. Já que se trata de uma moto nova, a casa de Noale admite que espera ter problemas ao longo do ano, mas isso faz parte do caminho.

Mas nem tudo são flores nos boxes do time italiano. A Aprilia está desfalcada de um de seus titulares, já que Andrea Iannone recebeu uma punição de 18 meses da FIM (Federação Internacional de Motociclismo) por doping. O #29 já recorreu ao Tribunal Arbitral do Esporte, mas segue com o futuro incerto, já que a Agência Mundial Antidoping também entrou em cena pedindo um gancho de quatro anos.

Ainda assim, a Aprilia segue firme no propósito de contar com o piloto e, por isso, apenas anunciou um substituto para as duas primeiras etapas do ano: Bradley Smith, o piloto de testes.

Antes, porém, Andrea conseguiu causar ― mais uma ― polêmica. Sem sequer testar a nova moto, Iannone decidiu tomar para si a responsabilidade pela evolução, afirmando que a RS-GP foi feita seguindo suas orientações.

Como era de se esperar, Aleix, que, costumeiramente, registra os melhores resultados da marca, não gostou e respondeu pela imprensa os comentários feitos pelo italiano durante o lançamento da moto ― mesmo afastado, o #29 participou da apresentação da Aprilia normalmente. Espargaró considerou que o colega foi desrespeitoso não só com ele, mas também com Smith e com os mecânicos e engenheiros de sua equipe, e decidiu que era o fim de sua boa relação com Iannone. Mas os dois logo se entenderam. Afinal, não é o melhor dos momentos para um climão dentro do time.

Se a nova moto se mostrar boa o bastante, a Aprilia deve ganhar espaço no noticiário por questões além do doping e da inimizade. Já está mesmo na hora.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube