Iannone lembra passado difícil da Ducati em Assen, mas mostra confiança na GP15: “Ainda tem muito potencial inexplorado”

Andrea Iannone lembrou o histórico não muito positivo da Ducati na Holanda, mas se mostrou confiante no desempenho da GP15. Italiano avaliou que a nova Desmosedici ainda tem muito potencial para ser explorado

A cobertura completa do GP da Holanda no GRANDE PRÊMIO

Andrea Iannone recuperou a terceira colocação no Mundial de Pilotos no GP da Catalunha, mas nem por isso viu a prova de Montmeló com bons olhos. Quarto colocado na sétima etapa da temporada, o italiano afirmou que espera um melhor desempenho da GP15 em Assen.
 
“Espero que a Desmosedici GP15 seja melhor em Assen do que foi em Barcelona, porque foi um fim de semana difícil para mim e para o time na Catalunha e, com certeza, quero melhorar meu resultado na Holanda”, afirmou o italiano, que tem como melhor registro na Catedral na MotoGP o quarto lugar do ano passado. 
Andrea Iannone espera ver a GP15 em melhor forma em Assen (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
 Dono de uma vitória na pista holandesa, Iannone lembrou que a Ducati não conta com um bom histórico no traçado, mas se mostrou confiante em uma boa atuação da Desmosedici. 
 
Único circuito que recebeu o Mundial anualmente desde a criação do campeonato, em 1949, Assen tem em seus registros uma única vitória da marca de Borgo Panigale — com Casey Stoner em 2008.
 
“Venci na Moto2 em 2010 na pista holandesa e eu gosto muito dela, mas também sei que no passado Assen foi um pouco dura para a Ducati”, comentou. “Entretanto, este ano nós temos uma moto nova, que ainda tem muito potencial inexplorado, e tenho certeza que a GP15 vai me permitir lutar nas posições da ponta”, concluiu. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube