Lambança na Moto2: Oliveira conquista pole em Aragão, perde para Pasini e depois retoma. Morbidelli é 4º

O final da classificação da Moto2 foi uma verdadeira confusão. Neste sábado (23), Miguel Oliveira apareceu no final para fazer o tempo mais rápido da sessão, conquistando a pole-position. No entanto, a direção de prova afirmou que o piloto havia excedido os limites da pista e cancelaram o tempo, passando a posição de honra para Mattia Pasini. Mas em nova reviravolta, os fiscais revisaram a volta e concluíram que não era o giro mais rápido do piloto, devolvendo assim a sua pole

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Uma verdadeira confusão marcou a classificação da Moto2 em Aragão. Neste sábado (23), Miguel Oliveira havia conquistado a pole-position quando foi informado que excedeu o limite da pista e teve sua volta cancelada, dando a pole para Mattia Pasini. No entanto, os fiscais analisaram o giro do piloto e concluíram que aquele não era a marca mais rápida do português, e então, devolveram para ele a posição de honra do grid. Pasini sai em segundo, com Álex Márquez fechando a primeira fila. 
Miguel Oliveira (Foto: Red Bull KTM Ajo)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Confira como foi a classificação da Moto2 para o GP de Aragão:
 

Assim como nas atividades anteriores, o céu estava sem nuvens com o sol brilhando forte em Aragão. Nos termômetros, a temperatura marcava 25ºC, com o asfalto batendo os 40ºC.
 
Quando o cronômetro começou a rodar, logo os pilotos foram para a pista para uma volta de instalação. Após algum tempo, o primeiro competidor a fazer uma marca mais rápida foi Mattia Pasini, com min53s900. Logo atrás do italiano aparecia Marcel Schortter, Álex Márquez, Takaaki Nakagami e Sandro Cortese.
 
Mas não demorou muito para que a marca do ponteiro fosse superada. Agora, quem encabeçava a tabela da classificação era o espanhol da Marc VDS, com 1min53s807. Ele tinha seu companheiro Franco Morbidelli logo em sua cola, 0s082 mais lento.
 
O relógio em MotorLand indicava 32 minutos para o encerramento da sessão quando alguns dos pilotos foram para a garagem, entre eles o #73. A ordem na pista naquele momento era Márquez, Morbidelli, Pasini, Schrotter e Miguel Oliveira.
 
Cinco minutos depois, quase todos do grid estavam parados no box. Foi então que Márquez acompanhou seu companheiro Morbidelli, que já estava no traçado, e deixou a garagem de sua equipe. Pouco a pouco os pilotos retornaram para a sessão.
 
Quem vinha mostrando desempenho bastante apagado durante a sessão era Thom Lüthi. Chegando a ficar em 13º durante a classificação, o piloto figurava apenas em sexto com pouco mais de 20 minutos para o encerramento das atividades.
 
Com 15 minutos para o fim, os pilotos novamente  se dirigiram para as garagens de suas equipes. Márquez sustentava uma liderança de 0s034 em cima de seu companheiro Morbidelli. Aparecendo em terceiro, Pasini estava apenas 0s093 atrás do ponteiro, mostrando grande competitividade. Schrotter e Oliveira fechavam o top-5.
 
Foi só na reta final que as coisas começaram a se movimentar na pista. Primeiro Pasini assumiu a ponta da tabela, mas ele logo foi superado por Oliveira, que agora tinha nas mãos a pole provisória com 1min53s736.
 
Dali para o final nada mudou. Oliveira conquistou a pole-position em Aragão, seguido por Pasini e Márquez fechando a primeira fila. Morbidelli e Corsi completaram o top-5 do grid.

Mas então, tudo deu uma reviravolta. Após o término da sessão, os fiscais afirmaram que Oliveira excedeu os limites de pista em sua penúltima volta, cancelando seu tempo e passando a posição de honra para Pasini. Mas foi então que em um novo plot twist, quando as entrevistas no cercadinho já estavam acontecendo, surgiu a nova informação que o tempo cancelado não era o mais rápido do português, portanto, a primeira posição do grid estava de volta para ele.

#GALERIA(7195)

’SOLDADINHO’ DA PENSKE?

CASTRONEVES TEM FALTA DE TÍTULO COMO MANCHA NA CARREIRA  

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube