Líder do campeonato, Viñales prega começo do zero e elogia pista argentina: “Se encaixa muito bem no meu estilo”

Maverick Viñales sabe que é o líder e favorito do campeonato de 2017 da MotoGP - mesmo após apenas uma corrida. Para seguir evoluindo sem colocar a carroça na frente dos bois, o espanhol quer levar como se tudo estivesse zero a zero

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

O mundo do motociclismo está de olho em um nome mais que em todos os outros: é Maverick Viñales, o prodígio espanhol colocado na MotoGP pela Suzuki e que estreia neste 2017 no comando da M1 da Yamaha. Soberano nos testes de pré-temporada, sobrando em relação a um companheiro do calibre de Valentino Rossi e, finalmente, após vencer a primeira etapa do campeonato, o GP do Catar, Viñales é a manchete. No começo da tarde desta quinta-feira (6), o piloto falou durante a entrevista coletiva que abriu o fim de semana de atividades do GP da Argentina. Não disse muito, mas deixou claro que espera uma corrida sem chuva para poder desfrutar de um traçado que gosta muito.

 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Nos dois anos em que correu o GP da Argentina pela MotoGP, Viñales mostrou gostar do traçado. O décimo lugar de 2015 era um resultado mais próximo do que a Suzuki permitia, mas em 2016 ocupava a terceira colocação e com ritmo para tomar o segundo lugar quando caiu e acabou abandonando. Apesar de líder do campeonato após a vitória na prova catari, Viñales prefere usar a máxima de uma partida de futebol onde o time que tem a vitória parcial não quer perder o foco e, então, prefere jogar 'como se estivesse zero a zero'. É  para seguir caminhando com calma na disputa do título do qual é favorito.

Maverick Viñales (Foto: Yamaha)
"Sabemos que precisamos começar do zero na Argentina. É uma outra pista, que até conhecemos, mas nunca andei lá com a Yamaha, mas sei que a moto é boa aqui. A pista se encaixa muito bem no meu estilo de pilotagem. Venho para cá confiante que podemos ser fortes. Precisamos guiar sem erros, tentando estar na frente e fazendo nosso melhor", avaliou.
 
"Espero que possamos ter um fim de semana normal, queremos trabalhar e chegar à corrida 100%. Já estivemos em muitas pistas, temos conseguido andar na frente e acho que podemos repetir isso. Quero fazer uma corrida incrível, nós vamos tentar", seguiu.
 
Perguntado sobre a preparação que vem executando, Viñales foi ponderado, mas claro. Disse que treina muito, e, com tudo correndo bem, naturalmente se enche de confiança.
 
"Treino bastante. Tento ficar mais focado, mais em forma, ganhar alguns décimos se eu puder. Me sinto bem. Quando você está no topo da sua categoria você quer mais, quer melhorar. Se tudo estiver dando certo você fica confiante. Então temos que tentar manter esse nível e dar 100%", falou.
 
Sobre a prova do Catar, elogiou a "loucura" e disse que espera outra prova divertida. Se possível, como deixou claro antes, sem chuva.
 
"Tecnicamente foi um corrida louca, a disputa com Johann [Zarco], muitas batalhas. Mas acho que a corrida aqui pode ser bem divertida também, assim podemos dar um bom show para todo mundo", encerrou.
 

PADDOCK GP #72 TRAZ ÁTILA ABREU E DISCUTE ETAPAS DA STOCK CAR, F1, INDY E MOTOGP

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube