Líder, Lorenzo cita condições extremas com forte calor em Brno e resume: “Foi um treino muito exigente fisicamente”

Mais rápido no primeiro dia de treinos na República Tcheca, Jorge Lorenzo avaliou que a sexta-feira (14) teve a pior condição de toda a temporada. Piloto da Yamaha contou que conseguiu testar todos os pneus e vários acertos na YZR-M1

A cobertura completa do GP da República Tcheca no GRANDE PRÊMIO

Jorge Lorenzo completou o primeiro dia de treinos para o GP da República Tcheca na liderança. O piloto da Yamaha cravou 1min56s499 ainda na primeira sessão livre e fechou a sexta-feira (14) com 0s014 de vantagem para Marc Márquez, o segundo colocado.
 
Após o exercício, Lorenzo destacou que as condições em Brno foram bastante exigentes, já que a temperatura do asfalto chegou perto dos 50°C. O segundo treino, aliás, foi marcado por inúmeras quedas.
Jorge Lorenzo destacou o forte calor em Brno nesta sexta (Foto: Yamaha)
“Nós começamos esta manhã de um jeito muito bom”, avaliou Lorenzo. “De tarde nós tivemos condições mais difíceis do que tivemos durante toda a temporada”, ponderou.
 
"Estava muito quente e, na reta, podíamos sentir o calor vindo do motor, então foi um treino muito exigente fisicamente”, frisou. 
 
 Além do forte calor, os ventos também diminuíram de tarde, o que ajudou a dificultar mais ainda as condições. Apesar das dificuldades, Jorge contou que conseguiu testar todos os pneus disponíveis e trabalhar bastante com o ajuste da moto.
 
“Sem vento, a pista estava muito pior do que de manhã, mas nós conseguimos manter um ritmo constante em comparação com os nossos rivais”, explicou. “No fim, eu testei todos os pneus e alguns acertos na moto que nos deram uma boa direção para trabalhar para amanhã”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube