Líder na Austrália, Viñales celebra “passo à frente” da Yamaha, mas avisa: “Ainda temos algum trabalho a fazer”

Maverick Viñales foi o mais rápido no segundo dia de testes da MotoGP em Phillip Island e celebrou o passo à frente da Yamaha. Mesmo feliz com o trabalho desta quinta-feira (16), espanhol avaliou que ainda tem trabalho pela frente

 

Maverick Viñales deu o tom no segundo dia da segunda bateria de testes coletivos da pré-temporada 2017 da MotoGP. Nesta quinta-feira (16), o #25 completou um total de 80 voltas, a melhor delas em 1min28s847 e garantiu a liderança em Phillip Island com 0s462 de margem para Marc Márquez, o segundo colocado.

 
Após a sessão, o espanhol avaliou que a Yamaha eu um grande passo à frente com a YZR-M1 e se disse mais confortável na moto.
Maverick Viñales celebrou passo à frente com a YZR-M1 (Foto: Yamaha)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

“Hoje nós focamos bastante no ritmo de corrida e, honestamente, fizemos um ótimo trabalho. Demos um grande passo em comparação à ontem”, disse Viñales. “Estou me sentindo mais confortável na pista e conseguindo mais aderência dos pneus”, explicou.
 
Mesmo feliz com a performance, Maverick avaliou que ainda tem muito trabalho pela frente, especialmente por ainda ter de escolher o chassi e alguns outros componentes da M1.
 
“Acho que fizemos um bom trabalho hoje, mas ainda temos algum trabalho a fazer. Nós precisamos escolher qual chassi gostamos e decidir algumas outras coisas. Ainda temos muitas voltas pela frente”, frisou.
 
Único a rodar na casa de 1min28s, Viñales ainda tentou baixar ainda mais sua marca na parte final da sessão, mas foi atrapalhado pelas condições.
 
“Claro, eu estava tentando ser mais rápido no fim da sessão de hoje, mas nos setores três e quatro tinha muito vento, então não consegui bater o tempo de volta que cravei nesta manhã, mas estou feliz”, comentou. “Como eu disse, nós demos um grande passo e vamos tentar dar mais um amanhã”, concluiu.

#GALERIA(6926)

PADDOCK GP #65 RECEBE PIPO DERANI E FAZ PRÉVIA DO eP DA ARGENTINA DE F-E

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube