Lorenzo destrói tempo de Márquez e lidera terceiro treino da MotoGP na Grã-Bretanha. Rossi fica em sétimo

Nos instantes finais do terceiro treino livre em Silverstone, Jorge Lorenzo bateu Marc Márquez por 0s459 e ficou com o comando da sessão. Andrea Dovizioso registrou o terceiro tempo

A cobertura completa do GP da Grã-Bretanha no GRANDE PRÊMIO

Forte desde o início dos treinos em Silverstone, Jorge Lorenzo voltou a mostrar sua boa forma na manhã deste sábado (29). Completamente adaptado às condições da pista inglesa, o espanhol tirou uma bela volta da manga no final do terceiro treino livre e garantiu o topo da tabela.

 
Com 2min01s429, Lorenzo bateu o tempo de Marc Márquez por 0s459, colocando o piloto da Honda na segunda colocação. 0s540 mais lento que o #99, Andrea Dovizioso ficou com o terceiro tempo na sessão desta manhã.
Jorge Lorenzo foi o mais rápido no terceiro treino (Foto: Yamaha)
Já 0s591 atrás de Jorge, Dani Pedrosa registrou a quarta marca, à frente de um surpreendente Scott Redding, que voou no giro final para assegurar a quinta colocação na folha de tempos.
 
Terceiro colocado na sexta-feira, Bradley Smith tardou em melhorar o tempo registrado na segunda sessão livre, mas fechou esse terceiro exercício em sexto, 0s696 atrás do líder.
 
Com 2min02s203, Valentino Rossi assegurou o sétimo tempo, já 0s774 atrás do companheiro de Yamaha e rival pelo título de 2015.
 
Cal Crutchlow também melhorou seu ritmo na parte final do exercício e garantiu a oitava posição, à frente de Pol Espargaró. 1s014 atrás de Lorenzo, Andrea Iannone ficou em décimo e é o último na lista de pilotos que avançam direto ao Q2.
 
Saiba como foi o terceiro treino da MotoGP em Silverstone: 
 
Apesar de a ameaça de chuva ser maior, o clima permaneceu estável. Quando os pilotos da MotoGP foram para a pista, os termômetros marcavam 17°C, com o asfalto chegando aos 22°C. A velocidade dos ventos estava em 11 km/h.
 
No início da terceira sessão livre, Jorge Lorenzo, Marc Márquez, Bradley Smith, Dani Pedrosa, Andrea Dovizioso, Aleix e Pol Espargaró, Andrea Iannone, Scott Redding e Valentino Rossi eram os dez pilotos com vaga garantida direto no Q2, a fase final do treino classificatório.
 
Sem muita demora, Márquez cravou 2min01s888 e assumiu a ponta, saltando para a ponta, 0s450 à frente de Lorenzo. Redding também foi mais rápido e passou a ocupar a quinta colocação, com Rossi pulando para nono.
 
Lorenzo não tardou em reagir, derrubando a margem de Márquez para 0s084. Mais atrás, Iannone virou em 2min03s034 e voltou ao nono posto, 0s062 à frente de Rossi.
 
De olho em uma vaga no Q2, Rossi baixou para 2min02s793 e assumiu a sétima colocação, 0s905 atrás de Márquez. Aleix e Pol Espargaró e Iannone vinham logo atrás.
Marc Márquez ficou a 0s459 do líder (Foto: Honda)
Os pilotos, então, seguiram para os boxes para a primeira parada. Márquez liderava, com Lorenzo, Smith, Pedrosa, Redding, Dovizioso, Rossi, Aleix e Pol Espargaró e Iannone completando o top-10.
 
Perto da marca de 20 minutos para o fim, Aleix sofreu uma queda na Farm, um ponto rápido do traçado de Silverstone, mas não se feriu com gravidade.
Depois de uma nova rodada de pit-stops, os pilotos voltaram para a pista para definir quem seriam os pilotos que avançariam direto ao Q2. Muitos competidores ainda não tinham melhorado os registros de sexta-feira.
 
Com pouco mais de oito minutos para o fim, Maverick Viñales e Cal Crutchlow estavam na lista de pilotos que teriam de passar pelo Q1.
 
O britânico da LCR logo tratou de abrir uma boa volta e, com um ótimo último setor, saltou para a terceira colocação, 0s453 atrás de Márquez.
 
Pedrosa também conseguiu ser melhor r subiu para a quarta colocação, mas logo caiu para quinto, com Pol Espargaró se instalando na posição da frente por uma diferença de 0s044.
 
Na sequência, foi Rossi que tratou de melhorar sua marca. Com 2min02s203, o italiano saltou para o terceiro posto, mas logo caiu para quarto com Pedrosa se instalando logo à frente.
 
Dovizioso, então, abriu um bom giro, mas perdeu um pouquinho e não conseguiu tomar a ponta de Márquez, se instalando em segundo.
 
Pouco depois, Lorenzo virou em 2min01s429, assumindo a sessão com 0s459 de vantagem para Márquez.
 
Já com o cronômetro travado, Redding virou 0s690 mais lento que Lorenzo e saltou para a quinta colocação no resultado combinado, garantindo sua vaga no Q2.

MotoGP, GP da Grã-Bretanha, Silverstone, 3º Treino Livre:

 
1
99
JORGE LORENZO
ESP
YAMAHA
2:01.429
 
2
93
MARC MÁRQUEZ
ESP
HONDA
2:01.888
+0.459
3
4
ANDREA DOVIZIOSO
ITA
DUCATI
2:01.969
+0.540
4
26
DANI PEDROSA
ESP
HONDA
2:02.020
+0.591
5
45
SCOTT REDDING
ING
MARC VDS HONDA
2:02.119
+0.690
6
38
BRADLEY SMITH
ING
TECH3 YAMAHA
2:02.125
+0.696
7
46
VALENTINO ROSSI
ITA
YAMAHA
2:02.203
+0.774
8
35
CAL CRUTCHLOW
ING
LCR HONDA
2:02.341
+0.912
9
44
POL ESPARGARÓ
ESP
TECH3 YAMAHA
2:02.346
+0.917
10
29
ANDREA IANNONE
ITA
 DUCATI
2:02.443
+1.014
11
25
MAVERICK VIÑALES
ESP
SUZUKI
2:02.476
+1.047
12
41
ALEIX ESPARGARÓ
ESP
SUZUKI
2:02.482
+1.053
13
9
DANILO PETRUCCI
ITA
PRAMAC DUCATI
2:02.842
+1.413
14
68
YONNY HERNÁNDEZ
COL
PRAMAC DUCATI
2:02.981
+1.552
15
50
EUGENE LAVERTY
IRN
ASPAR HONDA
2:03.120
+1.691
16
8
HECTOR BARBERÁ
ESP
AVINTIA DUCATI
2:03.263
+1.834
17
76
LORIS BAZ
FRA
FORWARD YAMAHA
2:03.363
+1.934
18
19
ÁLVARO BAUTISTA
ESP
APRILIA GRESINI
2:03.444
+2.015
19
43
JACK MILLER
AUS
LCR HONDA
2:03.626
+2.197
20
69
NICKY HAYDEN
EUA
ASPAR HONDA
2:03.833
+2.404
21
63
MIKE DI MEGLIO
FRA
AVINTIA DUCATI
2:04.030
+2.601
22
6
STEFAN BRADL
ALE
APRILIA GRESINI
2:04.152
+2.723
23
15
ALEX DE ANGELIS
RSM
IODA ART
2:04.689
+3.260
24
17
KAREL ABRAHAM
TCH
AB HONDA
2:05.203
+3.774
25
71
CLAUDIO CORTI
ITA
FORWARD YAMAHA
2:05.947
+4.518
 
 
 
 
 
 
 
RECORDE
DANI PEDROSA
ESP
HONDA
2:01.941
174.1 km/h
MELHOR VOLTA
MARC MÁRQUEZ
ESP
HONDA
2:00.691
175.9 km/h
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Condições do tempo
 
PISTA SECA
 
ar: 17ºC | pista: 21ºC
#GALERIA(5429)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube