Lorenzo diz que “faltou paciência” e que teria lutado pelo título de 2019 com Ducati

Agora aposentado da MotoGP, Jorge Lorenzo avaliou que, se tivesse seguido com a Ducati na temporada 2019, teria brigado pelo título. Espanhol avaliou que a decisão pelo rompimento foi tomada cedo demais

Jorge Lorenzo acredita que teria brigado pelo título da MotoGP em 2019 se tivesse permanecido com a Ducati. O #99 disputou a temporada passada com a Honda depois de dois anos com a casa de Borgo Panigale.
 
Durante a passagem pela Ducati, Lorenzo conquistou três vitórias ― todas elas em 2018 ― e um total de sete pódios. Com a Honda, porém, o desempenho foi bastante pior, com o melhor resultado sendo um oitavo lugar no GP da França. 
Jorge Lorenzo (Foto: Divulgação/MotoGP)
Paddockast #56
QUEM VAI SER O PRÓXIMO BRASILEIRO NA F1?

Ouça:

Spotify | iTunes | Android | playerFM

Agora aposentado e piloto de testes da Yamaha, Lorenzo reconhece que faltou paciência em sua fase da Ducati e considera que poderia ter escrito uma história diferente se tivesse seguido com a Desmosedici no ano passado.
 
“Investiram muito em mim, tinha vencido três mundiais e merecia o esforço econômico”, avaliou Lorenzo. “Depois de um ano e meio, no entanto, não tínhamos vencido nenhuma corrida. Se o tivesse feito em Misano, talvez a história fosse outra”, ponderou.
 
“Fizeram um discurso econômico, [Danilo] Petrucci custava menos e é italiano. Foi uma pena, faltou paciência e, talvez, foi decidido cedo demais”, recordou. “Quando encontramos o que nos permitia vencer, era tarde demais. Em 2019, poderíamos ter lutado pelo Mundial”, concluiu.
 
COMO SE PREVENIR DO CORONAVÍRUS:
 

☞ Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel.
☞ Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir.
☞ Evite aglomerações se estiver doente.
☞ Mantenha os ambientes bem ventilados.
☞ Não compartilhe objetos pessoais.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

assine agora