Lorenzo diz que não foi “explosivo o bastante” para pole, mas celebra 3º posto em Phillip Island: “Dani e Vale estão atrás”

Brigando pelo vice-campeonato, Jorge Lorenzo celebrou posição de largada à frente de Dani Pedrosa e Valentino Rossi. Espanhol avaliou que não foi “explosivo o bastante” para ficar com a pole-position

A cobertura completa do GP da Austrália no GRANDE PRÊMIO
icone_TV Automobilismo na TV: a programação do fim de semana

Jorge Lorenzo conquistou o terceiro lugar no grid de largada para o GP da Austrália de MotoGP. Neste sábado (18), o espanhol cravou 1min28s650 em sua melhor volta e ficou a 0s242 do tempo da pole de Marc Márquez.
 
“Todos tiveram dificuldade com a aderência durante todo o fim de semana, especialmente na saída das curvas”, relatou. “Entrada de curva e também o ângulo máximo de inclinação também causaram problemas”, continuou. 
Jorge Lorenzo vai largar à frente de Pedrosa e Rossi na luta pelo vice (Foto: Yamaha)
“Os pneus são mais duros, então é difícil manter o mesmo ritmo. Nós somos de 0s5 a 1s mais lentos. Mas é o mesmo para todo mundo”, mencionou.
 
Pouco antes do Q2, a fase final do treino classificatório da MotoGP, começou a chover em Phillip Island, mas a garoa não durou muito tempo. Ainda assim, serviu para assustar os pilotos.
 
“Nós estávamos bem assustados no início”, contou. “Em condições mistas, aqui é muito perigoso, mas, felizmente, a chuva parou”, seguiu. 
 
“Forcei ao limite e fiz duas voltas em 1min28s6. Não fui explosivo o bastante para a pole, mas a primeira fila é boa, também porque Dani e Vale estão atrás”, concluiu Lorenzo.
#GALERIA(5113)
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar