Lorenzo nega existência de ‘Pacto de Andorra’ com Márquez para prejudicar Rossi: “É ridículo e sem fundamento”

Jorge Lorenzo, por meio de um comunicado, desmentiu a informação publicada pelo jornal italiano 'La Repubblica', que afirmou que o espanhol e Marc Márquez fizeram um pacto para prejudicar Valentino Rossi. O bicampeão da Yamaha disse que a matéria é falsa e não tem fundamento

Em meio à grande tensão em que se transformou a disputa pelo título da MotoGP em 2015, ainda mais depois do incidente entre Valentino Rossi e Marc Márquez no GP da Malásia, o jornal italiano 'la Repubblica' publicou matéria nesta semana afirmando que houve um pacto entre Jorge Lorenzo e Márquez para tirar de Rossi a chance de garantir o décimo Mundial da carreira. 
 
De acordo com a publicação, os dois antigos rivais se encontraram, em Andorra, no fim de setembro, antes da rodada asiática do campeonato, para traçar os planos. A informação ganhou as manchetes em toda a Itália e serviu para acirrar ainda mais os ânimos. Só que Lorenzo tratou de logo desmentir o diário, chamando de “falsa e ridícula” a reportagem italiana.
Jorge Lorenzo negou qualquer pacto com Marc Márquez para prejudicar Rossi (Foto: Getty Images)
"Da equipe pessoal de Jorge Lorenzo, queremos desmentir de maneira oficial e categórica tudo que foi publicado sobre uma possível reunião, ou pacto, de Jorge Lorenzo com Marc Márquez. É uma notícia ridícula e sem fundamento publicada pelo 'la Repubblica' e na sequência republicada por outros meios de imprensa italianos", afirmou a nota da assessoria do espanhol de 28 anos.
 
"Sem intenção alguma de alimentar esta situação, queremos interromper a divulgação desse tipo de rumores que não têm razão alguma de serem publicados. Repetimos mais uma vez que a notícia é absolutamente falsa. Também queremos desmentir que Lorenzo tenha ido à Direção de Prova depois do GP da Malásia, como escreveram alguns veículos", completou.
 
No momento, a uma semana da decisão do campeonato, Rossi entrou com recurso contra a punição que tomou pelo incidente com Márquez em Sepang, que culminou com a queda do espanhol da Honda. O italiano foi considerado culpado pelo acidente e acabou tendo como sanção a soma de três pontos em sua carteira, o que faz largar da última posição em Valência, na etapa final da temporada. 
 
Valentino lidera o campeonato com sete pontos de vantagem para Lorenzo. Apenas os dois estão na luta pelo Mundial. 
 

determinarTipoPlayer(“15655524”, “2”, “0”);

 

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = “//connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3”; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

A molecada que nunca viu Senna capotar na Peraltada — e que também não vai ver o que era a Peraltada…

Posted by Grande Prêmio on Quarta, 28 de outubro de 2015

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube