Lorenzo se arrepende pelo comportamento no pódio na Malásia e promete “melhor corrida da carreira” em Valência

Jorge Lorenzo se arrependeu de seu comportamento no pódio do GP da Malásia e pediu desculpas a Valentino Rossi. O espanhol, que luta pelo título com o colega da Yamaha, também disse que respeita a decisão do Tribunal Arbitral e que pretende fazer em Valência a melhor corrida de sua carreira

A DECISÃO DA MOTOGP

MotoGP decide campeão na final mais apertada desde 1992
Sem coletiva de imprensa nesta quinta-feira (5), os principais pilotos da MotoGP foram ouvidos separadamente pelos jornalistas em Valência, onde acontece neste fim de semana a grande decisão do título entre Valentino Rossi e Jorge Lorenzo. Os dois companheiros de equipe estão separados por apenas sete pontos, é a disputa final de campeonato mais apertada em 23 anos no Mundial. Mas a batalha derradeira veio acompanhada de muita polêmica desde o GP da Malásia, há pouco mais de uma semana. E Lorenzo tratou de pedir desculpas ao colega Rossi por seu comportamento no pódio malaio.

 
Em Sepang, Dani Pedrosa ganhou a prova, com Lorenzo na segunda posição e Rossi em terceiro. O italiano alcançou a colocação depois de enfrentar uma dura batalha com Marc Márquez e ver o adversário cair em um forte embate entre ambos. O confronto foi parar na mesa dos comissários, que culparam o multicampeão pelo acidente, o acusando de conduta antidesportiva. 
Jorge Lorenzo se arrependeu do comportamento de teve no pódio em Sepang (Foto: Yamaha)
Por isso, Rossi tomou três pontos em sua carteira, que somados ao ponto anterior, o coloca agora na última posição do grid como punição. Valentino tentou recorrer do veredito da direção de prova junto ao Tribunal Arbitral do Esporte, mas não teve sucesso
 
Ainda no pódio malaio, Lorenzo se mostrou insatisfeito com o comportamento do colega, mostrando os polegares para baixo e ainda deixou a cerimônia antes da festa do champanhe. A atitude foi bastante criticada. Agora, o espanhol se disse arrependido.
 
"Sobre o passado, eu só quero dizer que o meu comportamento no pódio foi um erro. Eu me arrependo e lamento muito por isso. Não é um exemplo para o mundo esportivo, especialmente para os jovens que prestam a atenção na MotoGP em todo o mundo", acrescentou.
 
O bicampeão de 28 anos também afirmou que respeita a decisão do Tribunal Arbitral do Esporte, mas que isso não muda nada a sua estratégia para o fim de semana. "A decisão que eles tiveram hoje não importa", disse Jorge.
 
"Eles disseram que a pena é a mesma, mas se eles tivessem mudado a sanção, eu ainda teria de correr atrás no domingo. Por isso, eu vou tentar tirar o máximo de mim e da moto. Vou tentar fazer a melhor corrida da minha carreira", finalizou o piloto.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube