Lorenzo vê erro em mudança inicial na ergonomia da Ducati e lamenta: “Desperdiçamos muitos meses”

16º colocado no grid do GP da Argentina, Jorge Lorenzo admitiu que cometeu um erro ao pedir uma mudança na posição do assento da Ducati ainda em seu primeiro teste com a Desmosedici. Espanhol avaliou que a fábrica de Bolonha acabou jogando fora os testes coletivos por causa desta falha

 
A passagem do Mundial de Motovelocidade pela Argentina não está sendo fácil para Jorge Lorenzo. Neste sábado (8), o espanhol fez sua melhor volta no treino classificatório em 1min50s310 e ficou apenas com o 16º posto no grid, 2s798 mais lento que Marc Márquez, o dono da pole-position.
 
Após mais um dia de treinos com a Desmosedici, Lorenzo admitiu que cometeu um erro ao pedir uma mudança na posição do assento da GP17 e avaliou que a Ducati desperdiçou os testes coletivos por conta deste equivoco.
Jorge Lorenzo admitiu erro ao pedir mudança na Ducati (Foto: Ducati)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

“Nós encontramos uma coisa importante hoje, fizemos uma modificação na ergonomia da moto, especialmente no assento da moto”, contou Lorenzo. “Quando eu guiei a moto pela primeira vez me Valência, senti que a moto era bem alta em comparação com a minha moto anterior, eu queria um pouco mais baixa. Isso provavelmente foi um erro”, ponderou.
 
“Acho que escolhemos o caminho errado e perdemos muitos meses, desperdiçamos”, reconheceu. “Agora com essa posição e algumas modificações que vamos fazer no futuro, nós vamos pegar outra vez o peso da frente e melhorar o feeling, pelo menos para ficar perto dos outros pilotos”, continuou.
 
Depois das dificuldades enfrentadas para manter o ritmo no Catar, Lorenzo afirmou que as mudanças feitas na moto ajudam a poupar sua energia.
 
“Este fim de semana eu consegui fazer muito mais voltas em sequência, foi muito menos físico e eu tinha mais confiança”, relatou. “Vai ser melhor quando eu continuar com essa ergonomia da moto. Não vou sair da moto do jeito que saia, fico menos cansado e meu ritmo será mais constante”, previu.
 
“Teremos uma segunda metade de corrida melhor do que tivemos no Catar”, garantiu. “O futuro parece muito melhor, mas não tivemos muita sorte como clima”, concluiu.

#GALERIA(6983)
 
PADDOCK GP #72 TRAZ ÁTILA ABREU E DISCUTE ETAPAS DA STOCK CAR, F1, INDY E MOTOGP

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube