Marc Márquez vê benefícios em “moto fácil”, mas foca em “ter a mais rápida”

Marc Márquez afirmou que não trabalha para transformar a RC213V em uma moto fácil de guiar. O espanhol destacou que segue focado em ter uma moto mais rápida que as rivais

Marc Márquez deu um banho de água fria nos colegas de Honda após a bateria de testes coletivos da MotoGP em Valência. O #93 alegou que não trabalha para transformar a RC213V em uma moto fácil de guiar, já que a meta segue sendo ter a moto mais rápida do grid.
 
A RCV de 2019 é reconhecidamente uma moto difícil, já que Márquez foi o único a conseguir bons resultados constantemente com ela. Ainda assim, o #93 entende que não há problema em ter de compensar a ‘rebeldia’ da moto com a pilotagem.
Marc Márquez (Foto: Divulgação/MotoGP)
Paddockast #42
QUEM É VOCÊ NO GP DO BRASIL?

Ouça:

Spotify | iTunes | Android | playerFM

“Se você tem uma moto fácil, vai ajudar todos os pilotos da Honda, mas a minha meta é ter a moto mais rápida”, disse Márquez. “Não importa se é difícil ou não, o que eu quero é tentar vencer. Não importa se eu preciso forçar mais ou menos na pilotagem”, seguiu.
 
“Mas, claro, estamos tentando trabalhar na área do chassi, tentando deixá-la mais fácil com tempos de volta competitivos”, ressaltou.
 
Ao fim de dois dias de testes com a Honda em Valência, Márquez se mostrou satisfeito com a evolução da RC213V, ainda que considere a moto “muito nova”.
 
“Estou muito feliz com o teste. Nós testamos os primeiros passos com a moto de 2020. Os primeiros passos com o motor, alguma evolução no chassi, tentamos entender”, apontou. “Têm pontos negativos e positivos, como sempre. Mas, no geral, fizemos um bom teste e daqui cinco dias estaremos em Jerez. Acho que lá será ainda melhor para entendermos o nível da nossa nova moto”, comentou.
 
“A característica [da moto de 2020] é mais ou menos similar. Eu me concentrei bastante com o protótipo, pois acredito que tem potencial, mas tudo ainda é muito novo. Ainda precisamos modificar algumas coisas”, contou. “Fiz o melhor tempo de volta com o protótipo. E segui trabalhando com aquela moto. Nós também testamos um pacote aerodinâmico novo junto com a moto protótipo, com o novo motor, com um novo chassi e não foi tão mal. Alguns pontos interessantes, mas ainda precisamos modificar um pouco, porque não foi a melhor sensação em algumas curvas. Fora isso, trabalhamos bem, testamos tudo passo a passo e as conclusões são claras. Agora, em Jerez, teremos os mesmos itens, mas é importante reconfirmar”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube