Márquez fala em 2016 muito duro e admite: “Talvez tenha sido a primeira temporada que senti pressão real”

Campeão de 2016, Marc Márquez afirmou que teve um ano muito duro, já que buscava voltar ao topo depois de um 2015 tumultuado. Piloto da Honda afirmou que foi a primeira temporada em que ele sentiu pressão de verdade

 

Marc Márquez afirmou que 2016 foi a temporada em que ele sentiu “pressão real” pela primeira vez. O piloto da Honda conquistou o tricampeonato da MotoGP neste ano depois de ser batido pela dupla da Yamaha em 2015.

 
Campeão em seus dois primeiros anos na classe rainha — 2013 e 2014 —, Marc foi apenas terceiro no ano passado, em uma temporada marcada por inúmeras quedas. Para 2016, o piloto de Cervera apresentou ao mundo uma nova versão, mais consistente, que resultou no tricampeonato de forma antecipada.
Marc Márquez afirmou que 2016 foi o ano em que sentiu pressão real pela primeira vez (Foto: Repsol)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

“Para mim, 2016 foi muito, muito duro, mais realmente especial. Talvez tenha sido a primeira temporada em que eu tenha sentido pressão real”, disse Marc. “Este ano, a única meta era tentar estar no topo outra vez, e nós conseguimos, então eu curti bastante, especialmente na parte final da temporada”, comentou.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Aos 23 anos, Márquez é o mais jovem tricampeão da história da MotoGP e também o piloto mais novo a somar cinco títulos em todas as categorias do Mundial de Motovelocidade. Mesmo reconhecendo que é “difícil entender” seus feitos, o espanhol promete não alterar sua maneira de encarar a carreira.
 
“É incrível quando as pessoas te comparam com algumas lendas”, comentou. “Ser o piloto mais novo a ter três títulos mundiais na MotoGP, ser também o piloto mais jovem a ser campeão da MotoGP, isso é incrível, é difícil de entender”, continuou.
 
“Eu prefiro não pensar muito nisso. Prefiro continuar com a mesma mentalidade, forçando na mesma direção, porque acho que esta é a melhor forma de continuar esta bem sucedida carreira”, concluiu.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube