Márquez fala em mudar estilo de pilotagem “perigoso” e traça meta para 2018: “Cair menos e manter a velocidade”

Marc Márquez reconheceu que seu estilo de pilotagem é perigoso e afirmou que deve modificar sua maneira de guiar. O #93 também falou sobre seu futuro na MotoGP e descartou “perder tempo” com uma equipe que não tem condições de vencer

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Tetracampeão da MotoGP, Marc Márquez avaliou que precisa modificar seu estilo de pilotagem. O #93 classificou sua maneira de guiar como perigosa.
 
Embora campeão, Márquez foi um dos pilotos que mais caiu na temporada 2017 do Mundial de Motovelocidade. Com 27 tombos, o piloto da Honda só aparece atrás do recordista Sam Lowes e de Jorge Navarro.
Marc Márquez falou em mudar estilo de pilotagem (Foto: Repsol)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

“Até agora, o risco foi recompensado, mas no futuro nunca se sabe”, disse Márquez em entrevista à emissora italiana Sky Sport. “É um instinto, um reflexo. Não sei o segredo, mas o físico também ajuda a fazer isso”, seguiu, se referindo à ‘salvada’ de Valência.
 
“É uma coisa que quero mudar, porque é muito perigoso, pois se você se machuca, pode perder a corrida de domingo”, ponderou. “Quero encontrar outro estilo para ser rápido e ganhar corridas, mas, por agora, meu estilo é esse. Também por conta do estilo da minha moto, muito nervoso. Quando acontece o menor erro, vem a queda… No próximo ano, quero cair menos e manter a velocidade”, anunciou.
 
Ainda, Márquez voltou a falar da polêmica que marcou o GP da Malásia de 2015 e de sua relação com Valentino Rossi. O #46 acusou o espanhol de guiar de forma a beneficiar Jorge Lorenzo na disputa pelo título
 
“Quando penso naquela corrida, lembro que quero esquecer tudo que aconteceu”, contou. 
 
Ainda, o piloto de 24 anos considerou que longevidade de Rossi é reflexo de seu trabalho com jovens na Academia de Pilotos VR46.
 
“Valentino é muito talentoso, mas o Rancho também lhe ajuda muito. Ele treina com jovens talentos do Mundial Júnior, da Moto3, da Moto2”, apontou. “No futuro, nunca se sabe se seguirei por um caminho similar ao dele. Ele tem sua própria equipe por trás e isso é difícil de encontrar. Eu, no entanto, tenho 24 anos”, continuou.
 
Por fim, Márquez falou sobre o futuro e voltou a deixar claro que tem um lugar especial no coração para a Honda. O contrato do espanhol com a equipe vence no fim do próximo ano.
 
“Não posso dizer que nunca irei para uma equipe ou outra, mas eu sempre penso em quem me deu a oportunidade de estar aqui, nos que acreditaram em mim”, comentou. “A Honda me ofereceu uma moto oficial no primeiro ano. Eu vou para onde meu coração escolher, para o lugar correto, mas não quero perder dois ou três anos. Quero estar em uma equipe onde possa ganhar todas as corridas. A felicidade não tem preço e o dinheiro dá para ganhar em um lugar ou outro”, concluiu.
 
EM BUSCA DO SONHO DA F1

PIETRO FITTIPALDI REVELA QUE NEGOCIOU COM A SAUBER PARA 2018

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube